Quer saber como aumentar a receita da empresa? Confira 6 dicas práticas

Entender como aumentar a receita da sua empresa passa por controlar o estoque, oferecer os produtos com inteligência e atender bem seus clientes. Leia o post e saiba tudo!

Como aumentar a receita - Movidesk

Saber como aumentar a receita da empresa é crucial por, no mínimo, três razões: significa que os bens e serviços comercializados pela empresa estão sendo usados pelos clientes; possibilita maior lucro líquido e potencializa o crescimento do negócio no mercado.

Todavia, otimizar a receita pode não ser tarefa fácil, especialmente em mercados realmente competitivos. Exatamente por isso, é necessário contar com estratégicas bem consolidadas, saber como chamar a atenção dos clientes e estabelecer preços atraentes aos consumidores.

Nos tópicos seguintes, apresentamos 6 dicas de como aumentar a receita da sua empresa e obter desempenho superior à sua concorrência. Portanto, continue com sua leitura!

1. Pense em uma estratégia do tipo AIDA

Volume de vendas e receita são fatores diretamente proporcionais. Ou seja, mantendo tudo mais constante, quanto mais você comercializa, mais fatura. O grande desafio, nesse caso, é saber como avolumar as vendas da sua empresa — e a estratégia do tipo AIDA pode ajudar.

Para ficar claro, o termo AIDA é um acrônimo de quatro palavras: atração, interesse, desejo e ação. Consiste em uma estratégia, originalmente do marketing, que depende de chamar a atenção do seu público-alvo, promover o interesse pelos seus produtos, depois despertar o desejo e ação de compra. Ou seja, é um funil que leva você até a concretização da venda.

Portanto, pense em como seus clientes vão passar por cada uma dessas etapas. É possível chamar a atenção deles com um outdoor ou anúncio divertido na internet, depende muito do seu público-alvo. O fato é que, se você fizer isso corretamente, sua receita vai aumentar.

E para acertar na comunicação com seu cliente, você precisa entender a jornada de compra. Acesse o banner abaixo e confira o e-book que explica tudo sobre isso, além de estratégias para a fidelização com seu cliente!

Fidelização - Foco no Cliente e análise de Cohort

2.Formule corretamente o seu preço de venda

O preço de venda dos seus produtos é algo realmente importante. Se ele for alto demais, inibe os consumidores; e se for muito baixo, pode gerar prejuízo financeiro. No entanto, o preço ideal tem o potencial de otimizar o seu faturamento do exercício.

Há um tripé para a formulação de preços. No mínimo, é preciso considerar três itens:

  1. percepção de valor dos clientes;
  2. preços praticados pela concorrência;
  3. custo total dos produtos.

No primeiro caso, o ideal é olhar para o cliente. Até quanto ele está disposto a pagar? O exercício é cobrar o máximo sem perder um único cliente. Também é necessário olhar para a concorrência — afinal, seu preço não pode estar muito descolado da média do mercado.

Ainda é necessário considerar o custo total do produto, que envolve custos diretos (com a aquisição do insumo) e indiretos (ligados à manutenção da empresa). Caso os custos sejam desconsiderados, o preço final estabelecido pode ser insuficiente para gerar lucro líquido.

3. Adote táticas do tipo cross e up selling

Para aumentar seu rendimento, é preciso contar com boas táticas de vendas. O ideal é aproveitar o interesse dos seus clientes pelos seus produtos para: i) vender mais produtos e/ou ii) vender produtos superiores. Nesse caso, o cross e up selling são essenciais.

O termo cross selling significa venda cruzada. Consiste em oferecer itens complementares ao produto que o cliente está interessado. Se ele está comprando uma calça, por exemplo, aproveite para oferecer uma camisa e um par de sapatos. Isso avoluma as vendas.

A ideia de up selling, por sua vez, consiste na oferta de um produto superior e mais caro. Se o seu cliente quer comprar um notebook com processador i3, aproveite para oferecer um i7 de última geração. Assim, além de vender algo melhor, estará alavancando seu faturamento.

Outra alavanca muito importante para as empresas é a rapidez no atendimento. Com essa agilidade, é possível fazer contato com múltiplos clientes, sem deixar a qualidade de lado. Para saber mais, acesse o formulário abaixo e veja o e-book!

[Quiz] Rapidez no atendimento

Tique-taque: o quão rápido você consegue resolver essas situações de atendimento?

Quiz rapidez no atendimento

4. Negocie preços com os seus fornecedores

Uma boa venda começa no momento da compra. Logo, é preciso negociar um preço de aquisição dos insumos que seja atraente, pois assim poderá oferecer preços mais baixos aos clientes e poderá se destacar da concorrência. O resultado? Crescimento da receita.

Portanto, entre em contato com os seus fornecedores com a meta de reduzir custos. Não precisa ser muita coisa, entre 2% e 5% pode fazer uma grande diferença — sim, ganhe nos centavos. Veja, abaixo, algumas dicas que podem te ajudar nesse processo para aumentar a receita:

  • tenha em mãos os preços praticados por outros fornecedores;
  • descubra quanto, em média, seus demais concorrentes estão pagando;
  • tenha uma meta específica para redução do custo (3%, por exemplo);
  • não delegue a tarefa, envolva-se pessoalmente na negociação;
  • mostre-se disposto a abrir mão também (por exemplo, pagando em prazos menores).

5. Aumentar a receita também é controlar o seu estoque

O estoque é um ponto delicado — e, muitas vezes, negligenciado. Se há estoque demais, você fica com capital parado e não consegue fazer dinheiro. Se tem pouco estoque, perde as vendas desejadas; Logo, é preciso saber o ponto de pedido do seu estoque.

O ponto de pedido é o momento ideal para fazer novas compras, garantindo que tenha o suficiente para atender seu público-alvo, mas sem se sobrecarregar. Para tanto, observe:

  • o ponto mínimo de estoque que você deve ter;
  • o volume demandado pelos seus consumidores;
  • o tempo de entrega dos seus fornecedores.

Essas três variáveis devem ser tratadas no cálculo do ponto do pedido. Com isso, precisará de menos capital de giro, poderá ter uma diversidade maior de produtos, terá menos custos com manutenção e maior rendimento com os itens que são consumidos.

6.Garanta um atendimento de qualidade aos clientes para aumentar a receita

O ótimo atendimento ao cliente gera uma série de benefícios — sendo a lealdade o principal deles. O melhor é que clientes leais costumam voltar à sua empresa, gastam mais e fazem um marketing boca a boca dos seus serviços. Logo, a receita pode crescer.

Para oferecer um ótimo atendimento, é preciso pensar em termos de venda e pós-venda. Torne o atendimento inicial ágil, disponibilize diversos canais (online ou offline) para falar com sua empresa, mostre que está sempre disponível e que seu time é treinado.

Nesse processo, a tecnologia tem papel-chave. Um bom software de help desk, por exemplo, pode dar fluidez a todo o atendimento, tornando-o multicanal, agradável e efetivo.

Veja, agora você está por dentro do tema. Todas essas dicas podem (e devem) ser adotadas sem deixar de lado a experiência do cliente. Para tanto, invista em sistemas que melhorem a comunicação com o seu público-alvo, gerando mais agilidade na resolução de demandas.

Mas antes de investir, que tal conferir o que o Help Desk pode fazer por você? Acesse o banner abaixo e faça o teste gratuito do Movidesk, um sistema feito para controlar e organizar o atendimento!

Teste grátis do Movidesk

Deixe seu comentário