Skip links

A experiência do consumidor como peça-chave nas empresas

A experiência do consumidor como peça-chave nas empresas

A experiência do consumidor como peça-chave nas empresas

Se eu te disser que o processo de compras está em constante mudança e que hoje os clientes estão no comando para decidir com quem ele quer trabalhar, você vai me responder: tá, mas qual é a novidade?

E eu concordo com você, afinal, estamos na era do consumidor. E diante disso apenas um bom produto ou a solução de um problema, já não basta. Se o cliente não passar por uma experiência memorável com o seu negócio, ele buscará outra maneira de encontrar algo melhor.

Mas o que seria essa experiência memorável?

Nada mais é do que deixar de competir espaço entre as qualidades tangíveis de um produto e caminhar para o lado das experiências do consumidor. Um estudo recente feito pela Ipsos, mostrou que 29% dos consumidores desistem de suas aquisições após uma experiência ruim.

Isso demonstra que as empresas precisam rever sua jornada de compra e entender de fato o verdadeiro valor da experiência do cliente. E é disso que vamos falar hoje, vamos lá?

A experiência do consumidor é o AGORA!

Uma previsão da Gartner aponta que, em apenas alguns anos, 89% dos negócios irão competir principalmente no quesito Experiência do Consumidor e então te pergunto: Sua empresa está preparada para mergulhar de cabeça essa onda?

Invista nos seus colaboradores e monte sua equipe com uma cultura de atendimento ao cliente e lembre-se sempre que o foco deve estar nas pessoas e não nas transações.

Cultura de boas experiências orientada ao cliente

Uma boa experiência no atendimento ao cliente não deve ser uma atribuição de apenas um cargo ou um setor exclusivo, o foco no cliente deve ser uma responsabilidade de toda a organização, como uma essência.

Para facilitar isso, uma dica é investir em softwares que fornecem de forma proativa dados sobre os clientes e todos os atendimentos realizados. Com isso, o acesso a informação fica mais organizado e centralizado, assim podendo melhorar o desempenho e produtividade dos colaboradores.

No final de 2017, Gartner revelou que as organizações estão começando a mudar seus objetivos de gastos para investir em softwares corporativos.

Quando os funcionários estão com ferramentas que ajudam a propor uma experiência personalizada, como a do consumidor, as empresas ganham. E, então, os colaboradores ficam mais engajados e produtivos.

Marketing e Vendas

As áreas de Marketing e Vendas precisam entender a dor do seu mercado e ajudar a estruturar esse novo caminho, rumo a experiência do consumidor.

Com a harmonização das equipes, o marketing consegue trazer informações mais consistentes do mercado para a equipe de vendas e, com as informações mais completas, é possível fazer com que o vendedor tenha mais conhecimento e proximidade do poder de decisão do cliente.

Portanto, além de ser muito bom no que faz, uma empresa precisa esquecer os velhos moldes de seu negócio e se preocupar mais com a experiência que está proporcionando.

A era digital e a experiência do consumidor caminham juntas

O consumidor está cada vez mais no mundo digital. É possível comprar um produto, adquirir um serviço ou solicitar um atendimento apenas usando um aplicativo de um dispositivo móvel. A geração Y espera poder usar a tecnologia em todos os aspectos de suas vidas, seja pessoal ou profissional.

Então, a união entre a tecnologia e o relacionamento é o que vai fazer a diferença! A agilidade no atendimento e resolução rápida de um problema, fará com que o cliente fique mais satisfeito e seguro com a marca que ele escolheu.

Como preparar sua empresa para este futuro?

A resposta é simples: pense como consumidor. Vista a camisa do consumidor. Seja o serviço que você gostaria de ter. A revolução na experiência do consumidor depende mais de uma mudança de perspectiva das empresas do que da adaptação destes consumidores. Eles evoluem muito mais rápido.

Escreva um comentário