O que é governança de TI? Descubra e veja como aplicar na sua empresa

Absorver e compreender o que é governança de TI é primordial para evitar que seus melhores investimentos transformem-se em grandes prejuízos. Saiba como em nosso post!

Governança de TI

A tecnologia da informação encontrou espaço nos mais variados nichos do mercado, desde cartórios até grandes empresas de varejo. Entretanto, poucas empresas sabem, de fato, o que é governança de TI.

Esse desconhecimento pode comprometer profundamente os resultados e expectativas sobre o retorno do investimento em tecnologia. Isso independente de qual setor você se encontre.

Pense, por um instante, em 3 setores empresariais que você tem certeza que não possuem uma área de TI.

É um desafio e tanto, não é mesmo?

Caminhamos pelas prensas, passamos por enormes computadores e hoje conseguimos abrir contas, aprender idiomas e gerenciar uma equipe através de softwares mobile.

Saber o que é governança de TI, portanto, não é mais um privilégio das grandes empresas de softwares. Afinal, a era digital estimulou empresas públicas e privadas dos mais diversos portes, e algumas extremamente conservadoras, a abrirem novos meios de comunicação e de soluções para seus clientes.

O grande problema, no entanto, é que muitas destas empresas não enxergam a tecnologia da informação como uma área complexa, que demanda gerenciamento, planejamento e ferramentas específicas. Além disso, não faz mais sentido reduzir o setor de TI aquele rapaz que reinicia o sistema quando acontece algum bug, concorda?

Neste texto você vai saber exatamente o que é governança de TI e porque você deve ficar atento a isso. Ah, também abordamos algumas práticas indispensáveis para implantar esta ferramenta. Vamos lá?

O que é Governança de TI

Governança de TI é o conjunto de práticas administrativas de controle, supervisão, monitoramento e integração entre as estratégias que envolvem o setor de tecnologia e as demais áreas de uma corporação. Ou seja, ela é uma parte da governança corporativa.

O objetivo principal, portanto, é desenvolver estratégias que não sejam eficientes apenas para a automação e digitalização dos processos. Elas também devem conversar com as necessidades do financeiro, marketing, comercial, etc.

Por exemplo, imagine que o profissional de TI conheça, através de uma grande empresa internacional de softwares, uma ferramenta de big data. Mas a empresa na qual trabalha está focada em small data para estudar profundamente seus clientes e aumentar as taxas de fidelização.

Claramente teremos um embate entre a área de TI, o financeiro, a equipe de estratégia e de relacionamento com o cliente, certo? A ideia sobre governança de TI é que ela trabalhe, portanto, para integrar todos os setores de maneira a potencializar a eficiência das estratégias e alinhar os objetivos da empresa. Evitando, desta forma, ruídos de desenvolvimento e aplicabilidade nos projetos.

Falando em fidelização, você sabe como superar expectativas e fidelizar clientes?

A governança de TI, o atendimento personalizado e o monitoramento da qualidade dos produtos e serviços são alguns dos fatores indispensáveis para cativar seus clientes. Se esta é uma preocupação latente para a sua empresa, você não deve deixar de conferir o e-book abaixo para aprender as melhores práticas.

Nele você vai encontrar:

  • Estratégias para superar as expectativas dos seus clientes;
  • Ferramentas para quem busca melhorar a experiência do cliente;
  • Dicas para fazer com que seus clientes permaneçam em sua empresa;
  • Dicas para melhorar os resultados da sua empresa.
Clique e baixe gratuitamente para melhorar sua governança de ti

O que faz um profissional de governança de TI

Agora que você compreendeu o que é governança de TI, vamos aprender o que um profissional da área faz na prática.

Funções:

  • Desenvolve políticas, regras e normas para os processos de TI;
  • Realiza o monitoramento da aplicação destas diretrizes;
  • Prospecta riscos e
  • Padroniza processos.

Governança de TI X Gestão de TI

Os termos governança, gestão e gerenciamento são comumente confundidos na administração. Afinal, muitas pessoas acreditam que são homônimos para o controle das atividades.

Bom, não é uma mentira, mas esta é uma visão bastante superficial. Afinal, a governança está voltada para a criação de diretrizes e o monitoramento de sua efetividade junto aos objetivos da organização.

Já a gestão, ou gerenciamento, de TI deve garantir o desempenho dos processos e transformação digital contínua. E, claro, gerenciar a equipe e compreender pontos que geram satisfação ou insatisfação dos clientes e usuários.

>> Leia mais: Como otimizar os resultados da sua empresa com o conceito de Customer Experience.

Por que implantar a governança de TI

Vantagem competitiva

Saber o que é governança de TI e implantá-la na sua empresa impacta positivamente na qualidade dos produtos e serviços oferecidos. Afinal, quando adquirimos um software de segurança, por exemplo, o objetivo é que ele funcione da maneira mais eficiente possível, certo?

O monitoramento da governança de TI faz exatamente isso. Sabemos que qualidade, tecnologia e desenvolvimento são 3 dos principais combustíveis para se sobressair frente a seus concorrentes.

Aumento da confiabilidade dos clientes

Se você possui um software, aplicativo ou algum produto digital que em nenhum momento apresentou falhas, ou bugs, com certeza ele está em desuso. Até mesmo seus aplicativos de jogos e músicas já apresentaram algum problema, não é mesmo?

E isso é completamente normal, afinal, diversos fatores influenciam na estabilidade e na aplicabilidade das atualizações de ferramentas digitais. Entretanto, com as políticas e diretrizes de uma governança de TI, os sistemas tornam-se mais padronizados e estáveis.

A consequência, é claro, é o aumento da confiabilidade dos clientes na melhor entrega dos serviços e produtos, o que é essencial.

Otimização dos investimentos

Este, na verdade, é um conjunto de benefícios de saber o que é governança de TI. No tópico anterior vimos que as falhas operacionais podem abalar a confiança do seu cliente. Se isso ocorrer, a sua empresa pode ter que encarar os prejuízos financeiros de se perder um cliente.

Dizemos que um investimento é inteligente cada vez que os retornos compensam o capital investido. Se você comprou ferramentas de tecnologia e está perdendo clientes, então não foi um investimento muito correto, certo?

Essa questão, no entanto, ocorre com muita frequência no mercado atual. As inovações são tantas e ocorrem com tamanha velocidade que muitos gestores querem acompanhar, mas se esquecem do planejamento, governança e avaliação das reais necessidades da empresa.

Resumindo, ótimas ferramentas sem governança podem até mesmo gerar retornos negativos.

Veja também: Conheça a melhor forma de aperfeiçoar a otimização de processos em sua empresa.

A esta altura você já compreendeu a importância de ter uma governança de TI bem estruturada. Mas como fazer isso?

Como aplicar a Governança de TI

Antes de aplicar a governança é indispensável ter um profissional capacitado para exercer a função. Sabemos o quanto isso é um artigo raro hoje em dia. Mas tenha em mente que ele ficará responsável por estabelecer e monitorar toda a performance tecnológica.

Isso inclui sistemas de atendimento ao cliente, compras, vendas, programas de integração e muitos outros. Ou seja, a eficiência do seu investimento em tecnologia deve estar na mão de um profissional gabaritado.

Você também pode gostar deste artigo: Como utilizar vídeos para treinar sua equipe de suporte.

Após essa “escalação” partimos para a estratégia de TI, na qual serão definidas as políticas, práticas e diretrizes a serem seguidas por toda a equipe de tecnologia da informação. Além, é claro, de realizar a prospecção de riscos e definir a padronização dos processos.

Por fim, a escolha das ferramentas utilizadas e o monitoramento do que, de fato, está sendo cumprido. Podemos dizer, portanto, que o framework é o termo chave para implantar a governança de TI. Mas, você sabe o que significa este termo?

Framework de boas práticas de TI

Chamamos de Framework os padrões, as ferramentas e boas práticas de governança de TI. Para instituirmos uma governança eficiente, portanto, é fundamental que o framework, os profissionais e os objetivos estejam integrados e alinhados.

A integração é, portanto, uma das palavras-chave dentro da tecnologia da informação e, principalmente, ao estabelecer o que é governança de TI para a sua empresa. Quando os setores se comunicam, a escolha das ferramentas digitais torna-se muito mais assertiva. O que evita gastos não eficientes e gera maiores retornos sobre estes investimentos.

[eBook] Boas práticas de atendimento: como encantar o cliente moderno?

Boas práticas de atendimento

Você possui ferramentas adequadas para integrar a sua equipe?

Não? Veja abaixo se estas funcionalidades da Movidesk podem lhe ajudar.

  • Centralização de todo o atendimento (e-mail, chat e telefone) para facilitar a gestão dos tickets e melhorar a produtividade do seu time;
  • Automatização de processos e tarefas repetitivas com respostas automáticas, lembretes automáticos, gestão inteligente e colaborativa dos tickets;
  • Monitoramento das principais métricas para acompanhar o cumprimento do SLA do seu service desk.

A Movidesk é um software completo, poderoso e simples, que melhora a produtividade do seu time de atendimento e auxilia os gerentes na análise de métricas e produção de relatórios. Utilizado por empresas como Mormaii, Tirolez e Hambürg Sud e mais de 1.000 empresas Brasil afora.

Agende uma demonstração da Movidesk e entenda melhor estas funcionalidades. Ah! Não se esqueça de assinar nossa newsletter para receber as novidades do mercado.

Teste grátis e melhore sua governança de ti