6 tendências de empreendedorismo digital que você deve conhecer

Conheça, neste post escrito pela Hotmart, as principais tendências de empreendedorismo que você deve ficar por dentro e apostar para entrar com tudo no mercado digital!

Tendências de empreendedorismo digital que você deve conhecer

Quando falamos sobre empreendedorismo digital, o que vem à sua cabeça? O novo modelo de fazer negócios provocou uma ruptura no mercado como conhecemos.

Amazon, Google, Netshoes, Amaro e tanto outros. Poderíamos fazer uma lista gigantesca de negócios que começaram na internet e hoje são um sucesso, superando até mesmo organizações tradicionais em seus segmentos.

No entanto, não são só esses exemplos que merecem destaque quando se fala de empreendedorismo digital. O fato é que ele ofereceu oportunidade mesmo para os pequenos empreendedores.

Pensando justamente nessa questão, preparamos este post para você, que quer empreender no ambiente digital, mas não sabe exatamente por onde começar. Por isso, continue a leitura!

O que é empreendedorismo digital?

O empreendedorismo digital se refere a um modelo de negócio em que grande parte dos processos, transações e relacionamento com o consumidor são realizados em um ambiente digital.

Geralmente, ele envolve várias ferramentas e tecnologias. O objetivo é trazer escalabilidade ao crescimento, criando uma integração entre todas as áreas do negócio.

Dessa forma, os empreendedores digitais precisam oferecer seus produtos ou serviços em sites próprios, marketplaces ou outras plataformas digitais de comércio eletrônico. A ideia é facilitar a interação entre o consumidor e o vendedor.

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), estima-se que o comércio eletrônico supere os R$ 79,9 bilhões em vendas no ano de 2019. Serão cerca de 265 milhões de pedidos efetuados durante o período.

A tendência é que os números continuem crescendo nos próximos anos, o que significa uma oportunidade para quem deseja investir, ainda mais levando em consideração os hábitos de consumo.

Como ser um empreendedor digital?

A dúvida é comum. Afinal, não basta ter o dinheiro e a ideia. Também é preciso se planejar para que o projeto dê certo. É importante buscar uma nova maneira de resolver um problema de um determinado tipo de consumidor para poder se destacar.

A concorrência é acirrada e, para vencer nesse mercado, é necessário mais do que uma boa ideia. Sendo assim, faça um estudo de mercado para poder se diferenciar. Isso poderá envolver a criação de um novo produto digital ou mesmo uma maneira diferenciada de oferecê-lo.

Apesar dos números promissores, o empreendedor digital precisa se esforçar e se dedicar, assim como um empreendedor tradicional. Montar um negócio na web e não investir em marketing digital, por exemplo, é um erro.

Por isso, vale a pena estudar sobre o assunto para manter a estratégia mais alinhada às necessidades do consumidor que você deseja atingir.

Também é importante apostar na inovação disruptiva, ou seja, romper com as barreiras e trazer algo inédito para o público. 

Isso pode ser feito em um produto ou serviço, bem como na maneira de divulgar e vender. Portanto, conhecer as tendências desse mercado é essencial.

Quais são as principais tendências de empreendedorismo digital?

Como falamos, é necessário estar atento às principais tendências de empreendedorismo digital para obter insights que poderão se transformar em diferenciais. 

Confira a seguir algumas das principais e se inspire!

1. Marketing interativo

O marketing interativo é uma estratégia que visa identificar indivíduos, interagir, registrar a interação e a resposta, e, com base nesses dados, ter uma segunda interação. O objetivo é estabelecer um diálogo permanente com o seu público consumidor de interesse.

O foco da estratégia não é apenas a aquisição do cliente, mas também o estabelecimento da fidelidade desse indivíduo com a marca, criando uma relação de lealdade.

Por meio dos dados, é possível obter informações, tendências e comportamentos que ajudem a fortalecer a relação consumidor-marca.

2. Internet das Coisas

A Internet das Coisas (IoT) provocou uma revolução tecnológica. O conceito de IoT pode ser definido pela maneira como os objetos físicos estão conectados e se comunicam com os usuários por meio de tecnologias inteligentes, como sensores e softwares.

O empreendedorismo digital pode se beneficiar dessa tendência de diferentes maneiras, desde a cadeia de produção até a logística. No entanto, um dos destaques está no seu poder de facilitar os negócios.

Imagine, por exemplo, um smartphone. Por meio da IoT, ele consegue transmitir informações para um computador através do cloud computing. Dessa forma, é possível trocar documentos e até fazer pagamentos de maneira segura.

3. Cursos a distância

O ensino a distância é uma modalidade em plena expansão no país. Estão disponíveis graduações, pós-graduações, cursos livres e de idiomas, bem como muitos outros, de forma que as possibilidades são inúmeras.

A tendência é que, em 2022, o número de alunos seja 50% em educação presencial e 50% a distância, de acordo com uma reportagem da revista Forbes

Logo, o empreendedorismo digital na educação tende a ser uma grande oportunidade de negócio.

No entanto, a exigência também aumentará, visto que o consumidor está cada vez mais rigoroso e o negócio precisa estar bem alinhado. 

Só assim poderá garantir competitividade e conquistar alunos, provendo conteúdos cada vez mais completos e especializados.

4. Mercado de nicho

Já ouviu falar sobre mercado de nicho? Se você pretende empreender, é bem provável que a resposta seja sim. 

Basicamente, a expressão se refere a uma parcela bem específica de consumidores que têm suas particularidades e necessidades.

A tendência é que esses grupos se sobressaiam. Para obter o seu espaço, é interessante criar produtos ou serviços especializados e voltados especificamente para atender às necessidades do grupo. 

Isso é crucial para a estratégia de se diferenciar e se destacar diante da concorrência.

Vale a pena estudar os hábitos de consumo do grupo e identificar possíveis demandas futuras, a fim de ficar à frente dos concorrentes.

5. Experiência do usuário

A experiência do usuário, também conhecida como UX (User Experience), é outra tendência que merece atenção quando se trata do empreendedorismo digital. 

Isso se deve ao maior uso de dispositivos móveis e crescimento na compra online.

A UX serve para definir um design mais agradável e facilitar a navegação como um todo, levando em consideração fatores como a responsividade. A ideia é que o consumidor tenha acesso à melhor experiência possível e escolha a sua marca.

Os benefícios para o negócio vão desde a geração de uma boa impressão, maior conversão de visitantes em clientes e a fidelização do consumidor.

6. Relacionamento próximo

O consumidor é peça essencial no processo de compra e venda, visto que, sem ele, não há negócio. 

O fato é que quando se trata de compras virtuais, o relacionamento próximo é e continuará sendo essencial para criar uma aproximação entre comprador e vendedor.

A marca precisa conversar com o consumidor para conseguir atraí-lo e fidelizá-lo. 

Por isso, é preciso investir em linguagem mais pessoal, interações e criação de conteúdo, a fim de informar e estabelecer uma relação de confiança entre as partes.

O que é importante quando se trata de um negócio digital?

Investir no empreendedorismo digital é um processo que exige uma atenção especial. Isso porque o mercado está em constante mudança, sendo necessário se diferenciar. 

Portanto, conhecer as tendências é o primeiro passo para ampliar a visão e realizar um trabalho mais estratégico e eficaz.

E então, gostou do nosso artigo? Já conhecia essas tendências e aplica alguma delas? Deixe o seu comentário e conte para nós!

Artigo produzido pela equipe da Hotmart – empresa especializada em soluções para cursos online.