Cloud computing: saiba como reduzir custos de TI

como reduzir custos
como reduzir custos

A computação na nuvem é uma tecnologia que causou grande impacto no mundo corporativo. Ela auxiliou empreendimentos a ter serviços mais escaláveis, com maior mobilidade e menores índices de erros. Como consequência, empresas expandiram a sua capacidade de atuação e a sua performance.

Uma das outras razões para o cloud computing ter se expandido rapidamente foi a capacidade dessa tecnologia em diminuir os custos dos empreendimentos com infraestrutura de TI. Em muitos casos, a computação na nuvem diminuirá o impacto orçamentário causado pelas ferramentas digitais, dando a possibilidade para a empresa alocar os seus recursos com mais precisão.

Quer saber como reduzir custos? Então veja a nossa lista de hoje com as quatro fontes de diminuição de gastos causadas pelo cloud computing!

1. Redução de investimentos em hardware e software

O investimento em hardware e software para o ambiente corporativo muitas vezes é associado a grandes gastos com peças, computadores e ferramentas de trabalho. Nesse cenário, não é raro que empreendedores evitem a troca de equipamentos por falta de recursos ou mesmo pela necessidade de manter os seus gastos menores. Há de se destacar também os valores relacionados a manutenção de equipamentos parados, que podem aumentar o seu impacto continuamente.

Graças ao cloud computing, os valores gastos com a infraestrutura de TI e software de empresas podem ser reduzidos facilmente. A computação na nuvem possui modelos de negócio mais flexíveis e precisos. Assim, a empresa passa a gastar apenas com aquilo que precisa.

2. Possibilidade de escalar serviços com agilidade

Aumentar a capacidade de trabalho de uma empresa rapidamente pode ser uma atividade com alto custo. Em ambientes que dependem fortemente das suas soluções de TI, isso sempre será acompanhado da realocação de recursos, troca de equipamentos e outras rotinas que, em muitos casos, são burocráticas e demoradas.

Porém, a computação na nuvem torna esses processos mais simples e ágeis. Empresas podem redimensionar os seus recursos sempre que for necessário e, como o gasto não será modificado por fatores como o Total Cost of Ownership (indicador relacionado ao investimento em manutenção de um equipamento a longo prazo), a empresa elimina uma série de gastos. Vale destacar, também, que a adaptação rápida a novos cenários é fundamental para que a empresa consiga ter maiores lucros e serviços mais inovadores.

3. Diminuição dos gastos com energia elétrica e infraestrutura

Manter servidores, computadores e outros dispositivos localmente possui um custo alto. Quando a empresa migra tais infraestruturas para uma plataforma de cloud computing, gastos relacionados a manutenção, troca ou atualização de aparelhos diminuem rapidamente. Esse é um fato relacionado diretamente à capacidade de rateio orçamentário que o cloud possui, criando um custo de manutenção menor em longo prazo.

4. Melhor direcionamento de tarefas e investimentos

A distribuição de tarefas faz parte do dia a dia do gestor. Assim como os investimentos, ela deve ser feita da forma mais eficaz possível, evitando desperdícios e outros fatores que possam causar um impacto negativo no dia a dia do negócio.

Nesse cenário, o cloud computing é uma forma simples e eficaz de redirecionar melhor os recursos (financeiros e humanos) da empresa. Por eliminar uma série de processos de manutenção e diminuir os gastos com tecnologia, o empreendimento consegue realocar com mais eficácia os seus recursos, gerando lucros maiores de médio e longo prazo.

Agora que você já sabe como reduzir custos, compartilhe o nosso texto nas suas redes sociais!

Deixe seu comentário