Ambiente de trabalho: confira 7 ideias infalíveis para melhorar o seu

Melhorar o ambiente de trabalho gera resultados positivos no bem-estar do seu time, aumentando a produtividade dos colaboradores e a rentabilidade da empresa. Confira 7 dicas infalíveis para ter resultados imediatos.

Como melhorar seu ambiente de trabalho

A qualidade de vida na empresa gera vantagens, como maior assiduidade e produtividade dos colaboradores, além de maior rentabilidade, aumentando-a em até 70%. Todavia, para melhorar o bem-estar do time, é preciso investir no ambiente de trabalho.

Em resumo, o ambiente de trabalho é o local onde os profissionais passam a maior parte da sua vida produtiva. Ele é condicionado por aspectos tangíveis, como móveis, computadores e instalações, além de aspectos intangíveis, como luminosidade, temperatura e espaço útil.

Nós entendemos a relevância do assunto e preparamos um artigo completo para você. Nos próximos tópicos, vamos explicar como melhorar seu ambiente de trabalho. Boa leitura!

Acompanhe nosso facebook

1. Encontre um líder comprometido

Como dito, existem aspectos intangíveis que afetam o ambiente de trabalho. A qualidade do superior imediato e seu compromisso em fazer a coisa certa é um dos principais fatores. Se o líder não agir adequadamente, é possível que o ambiente nunca seja bom o suficiente.

Entenda bem, ser um bom líder não está relacionado apenas com a formação acadêmica ou com a experiência profissional. Há um fator muito mais importante: o exemplo. Bons líderes são exemplos no dia a dia: eles primeiro entregam resultados e só depois cobram o mesmo dos liderados.

Portanto, para melhorar o ambiente de trabalho, encontre um líder comprometido com a empresa e seu time de talentos. Promova programas de aperfeiçoamento da equipe, avalie os resultados alcançados e gere bons feedbacks. O dever, primeiro, é ter uma boa liderança.

2. Melhore a comunicação interna empresarial no ambiente de trabalho

A comunicação é algo instintivo. A sobrevivência e a evolução do homem se devem à sua capacidade de dialogar com outros da mesma espécie. É muito difícil imaginar qualquer organização que não se comunique. Entretanto, esse relacionamento é bem feito?

É preciso estar muito atento, pois quando o líder não divulga as informações importantes aos seus subordinados, ou estes não conversam com seus colegas de trabalho e nem alinham o que deve ser feito, certamente irão ocorrer diversos erros, problemas, conflitos e fofocas.

Há dois principais fatores para melhorar o diálogo. Primeiro, é preciso que todos os líderes — a partir do CEO — se comprometam com o assunto. Se o chefe não valoriza o diálogo, é muito difícil que seus subordinados valorizem. Logo, há um efeito em cascata.

O segundo fator é investir em bons canais de comunicação. Hoje, existem redes sociais corporativas, aplicativos mobile e softwares especializados que ajudam a conectar emissor e receptor das mensagens. Assim, a comunicação interpessoal pode ser facilitada.

3. Celebre as pequenas conquistas

Algumas empresas são tão rígidas que não celebram absolutamente nada. Outras comemoram apenas as conquistas mais importantes, como quando uma meta realmente desafiadora é atingida. A construção de um bom ambiente envolve enaltecer também coisas menores, pequenas vitórias.

Seu funcionário fez uma ótima venda? Um cliente deu um feedback muito bacana? A assiduidade do time está nas alturas? Alguém está fazendo aniversário no mês? Todos são motivos para comemorações!

O segredo é fazer com que os funcionários sintam que são parte de uma família que celebra as pequenas conquistas, mas que está sempre de olho em algo maior e mais desafiador. Assim, se sentirão motivados no curto prazo e o ambiente de trabalho será muito melhor.

4. Dê “asas” ao espírito de equipe

Um dos fatores mais prejudiciais ao ambiente de trabalho é a falta de senso de equipe. Quando os profissionais não se entendem como um time e trabalham de maneira egoísta e visando unicamente o benefício próprio, é provável que a situação fique cada vez pior.

Nesse caso, é interessante integrar técnicas capazes de dar “asas” ao espírito de equipe, ou seja, fazer com que os profissionais se aproximem e trabalhem em sintonia. Programas de integração, dinâmicas em grupo e técnicas de team building podem ajudar bastante.

5. Repense o ambiente de trabalho

A estrutura do local de trabalho tem um forte impacto sobre a percepção do ambiente. Por exemplo, a falta ou excesso de luz podem causar fadiga visual. Há, também, problemas com a temperatura, espaço útil e acústica. Todos podem prejudicar o trabalho.

Por isso, repense o ambiente. Pequenas mudanças, como novas cores nas paredes, limpeza do ar-condicionado e compra de móveis ergonômicos fazem a diferença. Muitas vezes nem é preciso investir tanto e o bem-estar do time cresce de modo exponencial.

Também há a possibilidade de promover mudanças maiores. Um escritório de trabalho sem divisórias e que integre todos os colaboradores, conceito chamado de open space, pode fazer uma grande diferença. No entanto, nesses casos, é preciso de ajuda profissional.

6. Tenha metas claras de melhoria do ambiente de trabalho

Qual é o nível de qualidade do ambiente de trabalho? É uma pergunta difícil de responder, em especial de maneira numérica. Por consequência, torna-se quase impossível definir uma meta ou objetivo ligado ao assunto. Porém, com bons indicadores a tarefa fica fácil.

Há uma enorme quantidade de indicadores que refletem se os empregados estão satisfeitos ou insatisfeitos com o ambiente. Os principais são:

  • Satisfação (employee net promoter score);
  • Percentual de assiduidade;
  • Nível de rotatividade em certo período;
  • Número de conflitos interpessoais.

Pode parecer contraproducente melhorar o ambiente de trabalho com mais metas. Todavia, assim como o aumento das vendas ou a redução dos gastos, a otimização do ambiente deve ser uma ambição dos gestores. Logo, nada melhor do que metas bem elaboradas.

[Fluxograma] Onde você está falhando com o seu cliente?

Onde você está falhando com o seu cliente?

7. Ofereça feedbacks equilibrados

O feedback é um retorno de informação, uma maneira de mostrar aos profissionais seus próprios pontos fortes ou fracos. Desse modo, eles podem reavaliar suas fraquezas e aperfeiçoar suas competências. A questão é: como isso melhora o ambiente de trabalho?

Quando os talentos tornam-se autoconscientes, podem reduzir seus vícios e otimizar suas virtudes. Além disso, percebem que seus líderes estão atentos e que podem oferecer bons direcionamentos. Isso melhora as relações interpessoais.

Essas 7 dicas são infalíveis, mas é necessário aplicá-las com precisão. Por exemplo, um feedback desequilibrado , focando apenas nos pontos negativos do colaborador, pode gerar mágoa ou desconforto, piorando as relações internas e o ambiente.

De todo modo, tenha muita atenção ao ambiente de trabalho. Quando desfavorável, pode prejudicar de múltiplas maneiras a organização, aumentando a evasão de talentos e o número de erros ou reduzindo a motivação dos funcionários.

Quer saber outras formas de melhorar o seu atendimento ao cliente? Faça um diagnóstico gratuito e descubra onde sua empresa pode melhorar. Basta clicar no banner abaixo.

Faça um diagnóstico gratuito

Deixe seu comentário