Descubra como aplicar o Business Intelligence no atendimento da empresa

Para adotar o BI em sua estratégia, você deve avaliar a situação atual, determinar metas, escolher alguém para liderar o projeto internamente, envolver a sua equipe, organizar as informações e desenvolver um consenso sobre como os dados serão trabalhados.

Business Inteligence

O atendimento de qualidade é a porta de entrada para relacionamentos de longo prazo com o cliente. Nesse sentido, o Business Intelligence (BI) oferece uma análise de dados avançada para você entender o público-alvo, cumprir ou superar as expectativas e identificar oportunidades.

Impulsionar o crescimento do negócio, mantê-lo competitivo e garantir a melhoria contínua requer uma estratégia inovadora. Isso não envolve apenas a tecnologia ou a escolha da plataforma certa, mas planejamento, aceitação, execução e revisão. 

Continue a leitura para entender o conceito de Business Intelligence, conhecer as principais vantagens e dicas para implementar!

    [eBook] Como medir o sucesso da sua empresa?

    O ABC da Pesquisa de Satisfação

    Saiba o que é Business Intelligence

    É um processo orientado por dados que serve para analisar e compreender como as organizações funcionam e tomam melhores decisões com base em percepções reais. A Inteligência de Negócios usa ferramentas para capturar dados das operações e, assim, todas as partes interessadas podem acessar as informações. 

    Outro aspecto importante é a organização e análise dos conjuntos de dados para encontrar conexões, padrões e percepções inesperadas que podem ser transformadas em ações. Na prática, você pode usar Business Intelligence para melhorar os aspectos operacionais da empresa, desde atendimento, folha de pagamento, RH e até processos de manufatura. 

    Conheça as principais vantagens

    Aqui estão alguns motivos para você entender a importância de implementar BI na sua empresa:

    Tomar decisões baseadas em fatos

    Quando um sistema de Business Intelligence está implementado na empresa, é possível ver dados detalhados e atuais sobre todos os aspectos do negócio, como: financeiros, clientes, fornecedores, etc. 

    O sistema lê relatórios que sintetizam as informações de maneira predeterminada, como os de retorno sobre o investimento para serviços individuais ou conjunto de serviços. Isso ajuda a tomar as decisões com base em fatos concretos.

    Transformar dados em informações acionáveis

    Por meio das ferramentas de BI dá para prever tendências e identificar padrões e, assim, alcançar os objetivos. Os dados capturados de portais, CRMs, ERPs, sites e outros permitem que as soluções analisem informações abrangentes para identificar as mais significativas, que podem ser usadas para modificar ou implementar planos estratégicos. 

    Como tal, o sistema de BI ajuda a compreender e melhorar vários processos organizacionais e aumentar a capacidade de encontrar oportunidades e/ou ameaças importantes, permitindo planejar um futuro de sucesso.

    Aumentar a produtividade

    BI é essencial para garantir competitividade e produtividade. As equipes de gerenciamento estão cientes dos desafios diários que tentam avaliar dados brutos manualmente. As soluções tornam possível recuperar, analisar e compartilhar informações entre vários departamentos. 

    Isso permite que a equipe executiva responda de maneira mais inteligente às tendências de produção, uso de material, mão de obra, informações do fornecedor e muito mais. O BI torna o processo de análise e interpretação de dados mais rápido e eficiente — e isso aumenta a produtividade.

    Ter insights sobre o comportamento do consumidor

    Atender às necessidades do cliente é o que impulsiona o negócio. Uma das principais vantagens de investir em BI é o fato de descobrir e analisar os atuais padrões e tendências de compra.

    Depois de entender o que os consumidores estão comprando, você pode usar essas informações para desenvolver produtos e serviços que correspondam às tendências de consumo atuais. Isso resulta no aumento no ROI (Retorno sobre o Investimento) por meio da satisfação do cliente e da reputação da marca. 

    Na verdade, as empresas que usam BI consideram que a análise do comportamento do cliente está dando a eles uma vantagem competitiva real.

    Aumentar as vendas 

    Por meio do controle de dados dos clientes, a inteligência de marketing e vendas é aperfeiçoada. A tecnologia também facilita o entendimento de como eles interagem com a marca em um nível mais profundo.

    Além disso, ajuda no planejamento e nas previsões de vendas. Por exemplo, muitas empresas têm um sistema de Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente (CRM) que coleta os dados sobre o consumidor e os apresenta em várias tabelas e gráficos. 

    Você pode analisar um ciclo de vendas completo, rastrear os clientes existentes e fornecer serviços pós-venda. Os sistemas de CRM estão agora mais envolvidos nos processos de suporte à decisão do que nunca.

    Baixe agora o e-book Xeque Mate: para vender mais, o atendimento pode ser sua grande jogada.

    Ter colaboradores autônomos

    Quando os profissionais têm acesso às informações de que precisam, podem se concentrar em melhorar o trabalho em vez de se distrair com tarefas sem valor. Isso é importante para a forma como eles veem o próprio desempenho.

    Adotar uma abordagem baseada em dados também abre oportunidades para novos incentivos, recompensando os colaboradores que melhoram os resultados financeiros além das expectativas. Em posições altamente competitivas como vendas, reconhecer os dados de desempenho dessa forma permite que os principais talentos estabeleçam metas para obter o potencial máximo.

    Testar ações repetidas

    Quando a empresa faz uma mudança significativa, às vezes os resultados se perdem. Com BI, é possível rastrear cuidadosamente as principais métricas para análise. Assim, em vez de mergulhar de cabeça na mudança, dá para testá-la cuidadosamente em um ambiente controlado para que os dados mostrem se tiveram sucesso antes de prejudicar o resultado final.

    Conheça os primeiros passos para a implementação

    Agora que você conhece as vantagens de adotar BI na sua estratégia, confira estas dicas!

    Avalie a situação atual

    Antes de chegar aonde está indo, você deve entender onde está agora. Portanto, faça um balanço da sua situação atual e anote quais tipos de dados estão sendo coletados por sua empresa e como. Há algum dado sem análise ou muito difícil de analisar? Por último, determine quais dados são necessários, mas ainda não estão sendo coletados.

    Determine as metas de Business Intelligence

    Como você vê o BI ajudando sua empresa a ter um desempenho melhor do que é hoje? Faça uma lista dessas informações. Alguns exemplos incluem: leads que se convertem em vendas, pontos comuns entre vendas perdidas, entre outros. 

    Escolha alguém para liderar o projeto internamente

    A terceira etapa é escolher alguém para gerenciar o processo de adoção de BI e encontrar o software de Business Intelligence certo. Provavelmente será um gerente de projeto interno, que também será o responsável por manter o progresso do programa, identificando benchmarks, cumprindo prazos, ajustando metas, identificando áreas de melhoria e muito mais.

    Traga sua equipe a bordo

    É importante entender que a implementação de Business Intelligence não é apenas uma solução de software. Você deve envolver a equipe para que entenda o real valor do BI para a empresa. Se necessário, faça treinamentos ou seminários para conscientizar todos sobre a novidade.

      Reunimos as melhores práticas sobre capacitação de equipes de suporte em um único e-book. Baixe agora!

      Capacitar a equipe de suporte

      Organize os dados

      Se os dados não estiverem organizados, são arquivados e esquecidos. Para evitar esse desperdício, certifique-se de que os seus estejam armazenados de forma que faça sentido. Ou seja, que seja fácil de analisar e derivar insights de negócios.

      Desenvolva um consenso sobre como os dados serão trabalhados

      Depois da coleta de dados, é preciso determinar os parâmetros pelos quais eles são definidos. Com o intuito de manter as coisas simples, suponhamos que você queira fazer uma análise das taxas de conversão de leads em vendas. Por exemplo: X não pode ser um número ideal no mês e também não é bom o bastante para o próximo. 

      Identifique indicadores-chave de desempenho (KPIs)

      A escolha dos indicadores-chave de desempenho dependerá do tipo de negócio, setor e quais aspectos de desempenho do negócio você está procurando analisar. Confira os mais usados:

      • Margem média de lucro;
      • Vendas mensais brutas;
      • Performance do produto;
      • Fidelização de clientes;
      • Conscientização da marca.

      As possibilidades são ilimitadas e cada empresa tem seu próprio conjunto exclusivo de KPIs para medir o desempenho e as metas.

      Adote uma abordagem em fases

      A implementação de BI será muito mais suave se você usar uma abordagem em fases. Isso significa implementar o recurso em diferentes fases em vez de tudo de uma vez.

      Sendo assim, na fase inicial, você pode avaliar a situação atual do seu negócio e identificar os objetivos. Na segunda fase, determinar quais dados precisam ser coletados e como. O número de fases e o que cada uma consiste serão diferentes para cada negócio.

      Percebeu como é importante investir em inovação para garantir bons resultados? Tudo é mais fácil quando você tem as ferramentas certas para o trabalho, e para implementar uma estratégia de Business Intelligence não é diferente. A escolha do software certo garantirá que o seu projeto comece com o pé direito.

      Gostou desse conteúdo? Então, assine a nossa newsletter e não perca nenhuma novidade!

      Faça uma demonstração gratuita do Movidesk!

      Deixe seu comentário