Vulnerabilidade digital: como combater as ameaças à empresa?

Para reduzir a vulnerabilidade digital em seu negócio, você deve fazer um mapeamento de segurança, montar um planejamento, treinar sua equipe, investir em ferramentas atualizadas, criar backups de informações importantes, restringir a conexão de equipamentos, fazer um controle de acesso e buscar ajuda profissional.

vulnerabilidade digital

Graças à tecnologia digital, vários tipos de negócio encontraram mais oportunidades de crescimento. Na verdade, há várias empresas que sequer poderiam existir sem esses recursos. Porém, com a maior praticidade, também surgiu o problema da vulnerabilidade digital, um tema com o qual todos devem se preocupar, especialmente os gestores de empresas.

A questão é que a tecnologia, além de melhorar o desempenho do seu negócio, é uma porta de entrada para diversos criminosos. Sendo assim, para garantir a segurança da sua empresa e de seus clientes, é necessário entender essas vulnerabilidades e tomar as atitudes certas para combatê-las.

Para ajudar com isso, neste artigo, discutiremos algumas das principais ameaças que você pode encontrar e daremos dicas de como reduzir a vulnerabilidade digital em seu negócio. Acompanhe!

    Conheça o cenário, principais desafios e erros comuns do setor de TI brasileiro
    Raio-x do setor de TI

    Principais ameaças com as quais você deve se preocupar

    Como já mencionamos, cada facilidade proporcionada pela tecnologia digital, especialmente a internet, também pode ser usada para cometer crimes. Vejamos alguns dos casos mais comuns, contra os quais você deve se prevenir.

    1. Roubo e sequestro de dados

    A informação é um dos recursos mais valiosos hoje em dia. O roubo de dados, como o nome já diz, é a coleta ilegal de dados pessoais e/ou sigilosos, os quais podem ser vendidos ou usados para cometer outros crimes.

    Já o sequestro de dados, por outro lado, é quando alguém se apossa dessas informações e depois pede um resgate em dinheiro, ameaçando divulgar dados pessoais ou usá-los para outros fins. Por isso, é preciso ter uma política de privacidade clara e eficiente.

    2. Desvio de recursos

    Se alguém conseguir invadir o sistema da sua empresa e acessar dados importantes, como a conta bancária do seu negócio, então também terá a oportunidade de desviar seus recursos. Se isso acontecer, você pode perder uma grande quantidade de dinheiro, tanto no que já tiver em caixa quando em pagamentos realizados pelo seu público.

    3. Malwares

    Esses são os softwares maliciosos, ou seja, programas e pedaços de código que têm como objetivo viabilizar algum crime ou prejudicar sua máquina. Os vírus são os mais conhecidos. Eles se instalam no computador e, quando executados, colocam cópias de si mesmos em outros programas, fazendo com que se espalhem. Mas existem outras variações com as quais você deve se preocupar em sua rede.

    8 dicas para reduzir a vulnerabilidade digital em seu negócio

    Considerando os pontos citados, fica bem claro como pode ser perigoso utilizar a tecnologia digital sem se preocupar com a segurança em primeiro lugar. Quanto antes você puder se preparar e diminuir seus riscos, mais seguros seus dados estarão.

    Para ajudar, separamos aqui 8 dicas que você pode implementar para lidar com essa questão. Confira!

    1. Faça um mapeamento de segurança

    Assim como criminosos buscam informação sobre sua empresa, você também precisa ter um bom entendimento sobre a sua estrutura interna e como ela afeta a segurança de dados.

    Isso inclui desde o tipo de software e de hardware que você utiliza no dia a dia até os demais procedimentos de segurança já usados. Esse será o ponto de partida para uma análise e a identificação das suas principais vulnerabilidades.

    2. Monte um planejamento

    Ao contrário do que muitos pensam, não basta simplesmente adquirir um antivírus e dar o assunto como encerrado. Pode ser necessário conduzir esse processo em vários passos, que incluem a troca de diferentes softwares e hardwares, além de mudanças mais fundamentais na estrutura do seu negócio.

    E, para garantir que tudo ocorrerá da forma como você deseja, é indispensável montar um plano estratégico de segurança digital antes de começar.

    3. Treine sua equipe

    Apesar de tudo, uma das maiores causas de vulnerabilidade digital em todos os contextos, não só na empresa, é a falta de conhecimento do usuário. Certos golpes ou crimes podem ser facilmente evitados quando a potencial vítima já conhece seu funcionamento ou, pelo menos, tem algum protocolo que pode seguir para minimizar os riscos.

    Para evitar esse tipo de vulnerabilidade, você precisa treinar seus colaboradores para utilizarem a rede de maneira mais eficiente e segura.

      Reunimos as melhores práticas sobre capacitação de equipes de suporte em um único e-book. Baixe agora!
      Capacitar a equipe de suporte

      4. Invista em ferramentas de segurança mais atualizadas

      Com o tempo, a tecnologia tende a se refinar, tornando seus processos mais e mais eficientes. Porém, ao mesmo tempo, os criminosos também aprimoram seus métodos, explorando falhas em sistemas mais antigos que ainda são utilizados.

      Naturalmente, a melhor forma de evitar esse problema é estar um passo à frente, sempre buscando softwares de segurança mais recentes e de qualidade já confirmada.

      5. Crie backups de informações importantes

      Quando ocorre uma invasão no sistema da empresa, muitos dados podem ser deletados ou danificados, seja por causa de danos causados ao armazenamento ou como uma medida de segurança. Naturalmente, isso pode prejudicar bastante seu negócio.

      Por isso, é recomendado que você tenha ao menos um ou dois backups dos dados da empresa em localidades diferentes. Dessa forma, é possível recuperá-los, mesmo nessas situações.

      6. Restrinja a conexão de equipamentos

      Dispositivos pessoais, como notebooks e celulares, raramente apresentam o mesmo nível de proteção que a rede da sua empresa, sendo uma porta de entrada para vários criminosos. Sendo assim, para evitar que eles criem alguma vulnerabilidade digital, o melhor a fazer é restringir quem pode utilizar a rede. Isso evita riscos e também a sobrecarga de usuários.

      7. Faça um controle de acesso

      Mesmo entre os usuários que têm permissão de uso, ainda é possível que haja atividades suspeitas, especialmente se o equipamento de um deles for invadido. Nesses casos, você também precisa manter um registro dos acessos, com relatórios mostrando quem realizou quais atividades e quando isso ocorreu.

      8. Busque ajuda profissional

      Por fim, mas não menos importante, é bem difícil conseguir implementar toda a segurança digital que sua empresa precisa por conta própria. Há muitos detalhes que não ficam claros para quem não tem um entendimento claro do assunto. Sendo assim, o melhor a fazer é buscar profissionais qualificados e envolver diretamente a equipe de TI nesse processo.

      Com essas informações, você já pode reduzir a vulnerabilidade digital do seu negócio. Comece logo a tomar algumas atitudes, pois as perdas de rentabilidade e de credibilidade tendem a pesar bem mais do que qualquer investimento em segurança.

      Quer mais dicas para se orientar? Então, veja também nosso artigo com dicas de segurança de dados agora mesmo!

      Faça uma demonstração gratuita do Movidesk!