Como a comunicação interna pode ser decisiva para a retenção de talentos?

A comunicação interna maximiza o relacionamento interpessoal, desenvolve um clima organizacional agradável, melhora a experiência na jornada de trabalho, promove mais alinhamento entre as equipes, resulta em feedbacks mais claros e consistentes, entre outras coisas. Saiba mais!

retenção de talentos

Encontrar e contratar talentos são tarefas necessárias para a formação de equipes de alta performance, mas não são suficientes. Também é preciso investir na retenção de talentos, fazendo-os ficar mais tempo dentro da empresa e entregar mais resultados.

Todavia, é preciso deixar claro que a retenção depende de comunicação. Caso não exista um bom diálogo interno, o acumulado de erros, problemas e até conflitos interpessoais torna-se mais elevado, o que promove insatisfação e rotatividade do quadro de trabalho.

Em vista disso, vamos falar sobre comunicação interna e explicar como ela pode ser decisiva para a retenção de talentos. Continue atentamente com sua leitura!

Movidesk - E-book - Manual da Motivação para o engajamento profissional

Maximiza o relacionamento interpessoal

Dentro de uma empresa, o relacionamento interpessoal pode ocorrer em dois sentidos: vertical e horizontal. O primeiro refere-se às conexões entre líderes e seus liderados, ou seja, algo top-down. O segundo refere-se às conexões entre colegas de trabalho.

Independentemente do sentido, o relacionamento interpessoal depende fortemente de comunicação. É ela que garante que as pessoas criem conexões e extraiam conhecimento conjunto, fortalecendo a percepção do “nós” em detrimento do “somente eu”.

Quando a comunicação é falha, os profissionais tornam-se mais individualistas. Pensam menos na equipe ou nos seus líderes, o que resulta em ações egoístas e nocivas ao senso de equipe. Isso também implica em um clima organizacional mais tóxico.

Desenvolve um clima organizacional agradável

É impossível ver o clima organizacional, mas é fácil senti-lo. Você já deve ter entrado em uma empresa e experimentado um clima pesado, como se os profissionais não gostassem de estar naquele local. Pois bem, isso resulta em uma enorme sequência de problemas.

Uma das principais consequências é a evasão de talentos. Bons profissionais não querem (nem mesmo precisam) estar em um estabelecimento com clima tóxico, no qual sentem-se desestimulados. Logo, optam por deixar a empresa e buscar novas oportunidades.

Felizmente, a comunicação garante que o clima seja mais amigável. Os talentos podem trocar mais experiências, encontrar mais ligações em comum e definir objetivos mútuos, o que resulta em bem-estar e qualidade de vida. Portanto, o nível de retenção é alavancado.

Melhora a experiência na jornada de trabalho

Todos os dias, os profissionais experimentam uma verdadeira jornada dentro da empresa. Eles precisam “bater ponto”, ligar seus computadores, emitir relatórios, almoçar e assim por diante. Quando falta comunicação, essa jornada é bastante prejudicada.

A ausência de diálogos implica em mais “gargalos” no expediente, isto é, entraves que tornam o dia a dia de cada profissional mais desagradável. Eles passam a contar com mais dificuldade para realizar mesmo as tarefas mais simples, como acessar seus líderes.

Por outro lado, quando existe comunicação, a experiência no trabalho pode ser mais fluida e funcional. Os processos se encaixam com mais facilidade, o número de erros é bem menor e os colegas de trabalho tornam-se mais solícitos.

Promove mais alinhamento entre as equipes

Parafraseando Michael Jordan: “o talento individual vence jogos, mas somente o trabalho em equipe ganha campeonatos”. No expediente de trabalho, é crucial que os profissionais juntem forças e habilidades para bater metas e superar adversidades.

Com a boa comunicação, isso fica mais fácil. O motivo é que os talentos serão mais bem alinhados, terão uma melhor orientação do seu líder e conhecerão melhor os seus colegas de trabalho. Isso resulta em mais sinergia, trabalho conjunto e entrega diária.

Quando os profissionais estão bem alinhados e percebem-se como um time, a chance de alguém deixar a empresa cai vigorosamente. O motivo: ninguém quer abandonar a equipe, é ela que ganha campeonatos e promove o crescimento de todos, juntos.

Resulta em feedbacks mais claros e consistentes

Alguns líderes têm medo de dar feedback. Acreditam que isso pode gerar inimizade e desânimo, resultando em mais turnover. É um grande erro. O adequado feedback promove mais crescimento profissional, cumplicidade e confiança mútua.

Um bom feedback encontra equilíbrio entre críticas construtivas e elogios, normalmente revezando-os. Os profissionais acabam compreendendo quais são seus pontos fortes (que precisam ser padronizados) e fracos (que precisam ser corrigidos).

No entanto, tal feedback depende de uma boa comunicação. Seus participantes (líderes e liderados) precisam saber falar e ouvir, depois estabelecer metas e monitorar o progresso. Assim, todos ganham, tanto profissionais quanto a empresa.

Aprenda a capacitar sua equipe de suporte!

Subsidia o crescimento do empreendimento

O crescimento organizacional é muito importante para a retenção de talentos. Empresas que crescem geram mais oportunidades profissionais e permitem a construção de carreiras bem-sucedidas. Isso promove ânimo aos profissionais, sobretudo aos mais talentosos.

O oposto também é verdadeiro. Empresas que não crescem geram poucas oportunidades. Para que um profissional seja promovido, precisa esperar até que um dos seus colegas de trabalho seja desligado — o que não é motivo de felicidade, salvo nos casos de inimizade.

Entretanto, quase todo crescimento está baseado em comunicação. O crescimento mostra que as coisas estão funcionando, que os clientes estão sendo bem atendidos e os produtos estão sendo entregues com qualidade. Sem comunicação, em geral, nada disso é possível.

Consolida a cultura organizacional desejada

Toda empresa conta com uma cultura, que é um tipo de DNA organizacional. Infelizmente, algumas culturas se parecem com uma “ameba”, pois não são bem delimitadas e resultam em prejuízos. Outras, porém, são claras e compreensíveis, o que gera vantagem competitiva.

Uma das maiores vantagens da clareza cultural é chamada de fit cultural, que refere-se ao correto encaixe entre recém-contratados e empresa. Isso acontece porque, se você entende qual o DNA da empresa, pode contratar pessoas que compartilham do mesmo DNA.

A boa comunicação é a base tanto para delimitação da cultura quanto para o fit cultural. Se as pessoas não se comunicam dentro da empresa, dificilmente vão entender quais são os valores mais básicos do negócio. Também terão mais dificuldade para se encaixar bem.

Veja, agora você está por dentro do assunto e entende como a comunicação interna resulta em retenção de talentos. Aproveite para investir em estratégias capazes de maximizar sua comunicação, além de adotar tecnologias que sirvam de canal para o que é dito. Com isso, terá mais facilidade para falar com seus talentos, além de ouvir e responder suas dúvidas.

E então, gostou do artigo? Está pronto para investir em comunicação interna e reter mais talentos? Aproveite para seguir nossas redes sociais — estamos no Facebook, no Instagram e no LinkedIn — e ficar sempre por dentro das nossas novidades. Vamos lá!

Faça uma demonstração gratuita do Movidesk!

Deixe seu comentário