Como o conceito de empowerment ajuda as empresas?

Colaboradores que têm autonomia resolvem problemas com rapidez, prestam um atendimento de qualidade, economizam recursos importantes para a empresa e sentem-se bem em seus ambientes de trabalho. Veja mais!

empowerment

Nos últimos anos, tem-se falado muito sobre engajamento, proatividade e produtividade. Esses tópicos não são compatíveis com a postura de dependência, na qual os profissionais dependem excessivamente dos líderes. Todavia, são compatíveis com o empowerment.

Antes de explicar seu conceito, vamos destacar alguns dos benefícios: o maior grau de autonomia da equipe para solucionar problemas, o ânimo para aproveitar oportunidades e a autoestima para abraçar grandes desafios. Isso gera prosperidade e competitividade.

Pensando na importância do assunto, criamos este artigo. Hoje, você vai entender o que é empowerment, quais suas vantagens e como aplicá-lo na empresa. Continue a leitura!

Manual para motivar o seu time de suporte

Qual é o conceito de empowerment na empresa?

Ao longo do expediente de trabalho, é natural que surjam problemas que não foram inicialmente previstos e devem ser solucionados com alguma urgência. Portanto, quanto mais rápida e precisa for a ação dos profissionais e equipes de trabalho, melhor.

O problema é que, se o time de trabalho for muito dependente do seu líder, a ação pode demorar e os problemas decorridos tornam-se maiores e mais graves. Isso não gera prejuízo somente para a empresa, também prejudica os profissionais talentosos e até os clientes.

Para que isso não ocorra, o empowerment é uma ótima solução. Em tradução livre, o termo significa algo como “fortalecimento” ou “empoderamento”. Em suma, refere-se a uma ação de empoderamento dos profissionais e equipes, deixando-os mais autônomos.

Uma definição mais completa é a seguinte: o empowerment é um conjunto de ações com o objetivo de aumentar o grau de autonomia dos colaboradores que fazem parte da empresa, permitindo-os agir sob sua própria autoridade, com senso de coletivo e inteligência.

Então, se os profissionais precisam recorrer aos superiores para solucionar os problemas rotineiros, não há empowerment. Se tivesse, os talentos seriam autônomos para solucioná-los com rapidez e precisão, sem demandar o suporte do seu superior imediato.

Leia também: liderança – Guia completo para adotar na sua empresa

Por qual razão o empowerment é algo vantajoso?

O empowerment é muito vantajoso para a empresa, tornando-a rentável e competitiva. Todavia, os benefícios não param aí. Os funcionários também são beneficiados, pois ganham autonomia e qualidade de vida.

Ainda, há as vantagens para os clientes, que têm suas demandas atendidas com agilidade e prontidão. Adiante, destacamos os maiores benefícios dessa estratégia!

Maior agilidade para solucionar problemas

Toda empresa tem problemas. Pense no problema como o “gargalo” que impede o alcance dos resultados desejados. Então, se deseja dobrar o lucro no médio prazo, a falta de estoque pode ser um problema. O ponto é: com qual agilidade esses empecilhos são solucionados?

Sem o empowerment, qualquer tipo de “gargalo” pode demandar mais tempo e energia do que o recomendado. O motivo é que o funcionário recorre ao seu supervisor, que recorre ao gerente e talvez até ao diretor para resolver o empecilho. Esse percurso é ineficiente.

Por outro lado, se o colaborador sente que tem autonomia para lidar com o problema, pode solucioná-lo por conta própria, sem precisar reportar a situação para seu líder e esperar por uma resposta da alta administração. Assim, o trabalho flui com mais leveza e agilidade.

O quebra-cabeça do atendimento ágil

Melhora o atendimento ao cliente

Um atendimento adequado não é só importante, é essencial. Se o cliente sente-se mal atendido, toda a sua experiência dentro da empresa é afetada.

Grande parte do sucesso do atendimento depende da prontidão com a qual as demandas dos clientes são atendidas. Por exemplo, se o cliente tem uma reclamação e precisa esperar alguns dias até solucioná-la, provavelmente não vai ficar satisfeito.

Infelizmente, quando não há empowerment, todo atendimento que exceda a normalidade pode ficar travoso. O motivo é o seguinte: o colaborador não tem autonomia para lidar com a imprevisibilidade, talvez nem mesmo preparo ou interesse suficiente.

Nesse caso, o empowerment ajuda muito. Se os profissionais sentem-se empoderados para tratar e solucionar os problemas nos primeiros minutos, o cliente fica mais satisfeito.

Ajuda a economizar recursos importantes à empresa

Os resultados de uma empresa dependem, em essência, da forma como ela administra seus recursos. Existem muitos tipos de recursos, como o tempo, a energia e o dinheiro que fazem parte do negócio. O ponto é: quando mal aproveitados, esses recursos são desperdiçados.

Tenha como exemplo o tempo, que é um recurso limitado. Em um expediente, há 8 horas de trabalho para solucionar os problemas. Todavia, se os profissionais são demasiadamente dependentes dos seus líderes, o tempo (recurso) é certamente desperdiçado com protocolos.

Por outro lado, se há empowerment, em apenas alguns minutos, os profissionais podem resolver por conta própria os problemas e economizar tempo (recurso) para focar em outras tarefas estratégicas. Desse modo, além de economia, a empresa ganha em produtividade.

Promove bem-estar aos próprios colaboradores

Por fim, o empowerment promove uma maior medida de bem-estar aos profissionais que fazem parte da empresa. Isso acontece porque eles se sentem mais livres para lidar com os desafios do expediente, bem como encontrar alternativas criativas para os problemas.

Quando os talentos não são empoderados, sentem-se presos aos seus superiores e aos protocolos que fazem parte da empresa. Esse excesso de rigidez acaba criando um clima de trabalho tóxico, afetando a qualidade de vida e espantando os profissionais talentosos.

Como adotar o empowerment dentro da empresa?

Há muitas estratégias para adotar o empowerment dentro da empresa. Delegar tarefas, eliminar a cultura de comando-controle e afrouxar o estilo de liderança paternalista são ótimos exemplos. Dessa maneira, os profissionais se sentirão mais livres para agir.

No entanto, também é essencial contar com boas tecnologias. Uma plataforma que melhore a comunicação corporativa, tanto entre os departamentos quanto com os clientes finais do empreendimento, promovendo fluidez, certamente pode ajudar.

Veja as vantagens que uma plataforma, como o Movidesk, pode oferecer: alinhamento do time, reconhecimento de “gargalos” que precisam ser eliminados, avaliação de indicadores de desempenho, monitoramento do progresso dos projetos e melhoria da comunicação.

Enfim, agora você está por dentro do tema. Lembre-se que empowerment é um conjunto de ações com o objetivo de aumentar o grau de autonomia dos colaboradores que fazem parte da empresa. Isso gera uma série de vantagens, como agilidade e precisão, e também melhora a experiência do cliente. Para tanto, deve-se contar com uma tecnologia como o Movidesk.

E então, gostou do nosso artigo? Está pronto para aproveitar o empowerment dentro da sua empresa? Entre em contato conosco e descubra como podemos ajudar você!

Aplique o conceito de empowerment em sua empresa. Fale com nossos especialistas!

Deixe seu comentário