Mudanças no trabalho: veja como lidar da melhor forma

Para passar bem pelo processo de mudanças no trabalho, os gestores e demais profissionais devem ser resilientes, estar preparados para contribuir para essa evolução, encontrar novas oportunidades e seguir as novidades nas recomendações e processos. Saiba mais!

mudanças no trabalho

Mudanças no trabalho sempre trazem importantes aprendizados pessoais e coletivos, mas, até que eles sejam percebidos, alguns profissionais e gestores ficam pesarosos e nutrem o desejo de que as coisas voltem a ser como eram antes.

Porém, modernizações dos processos, profissionais que deixam a empresa, líderes que trocam de setor, atualizações de leis que regem o negócio, fusões comerciais e tantas outras situações de mudança no trabalho acontecem a todo tempo, não é mesmo?

Então, como saber lidar com elas e, principalmente, fazer com que os colaboradores estejam mais receptivos e prontos para as mudanças no trabalho? Neste post, trazemos algumas dicas atemporais e fundamentais. Confira!

Gerenciamento pessoal das mudanças no trabalho

O primeiro passo para garantir que as mudanças no trabalho serão bem assimiladas pelos colaboradores é fazer com que seu líder tenha o posicionamento correto em relação a elas. Assim, é preciso ser receptivo e identificar os pontos positivos da mudança para a motivação da equipe, como diminuir a burocracia dos processos.

Manual da Motivação para o engajamento profissional

Compreenda quais são seus medos

Para ter uma atitude positiva, sem dúvidas, é preciso compreender quais são os bloqueios emocionais que a nova dinâmica pode gerar. Assim, tente entender quais são seus medos e receios da forma mais racional possível.

Considere se o medo está relacionado à sua capacidade técnica de lidar com uma nova ferramenta, se existe um receio em relação às mudanças colaterais que podem ser necessárias — como morar em outra cidade — ou até mesmo se você tem receio de perder o emprego.

Racionalizar a fonte dos seus medos ajuda na busca por soluções para cada um deles de forma organizada, ou seja, o profissional consegue ter o controle emocional e racional de como deve se adaptar à nova dinâmica.

Acompanhe as atualizações da mudança

Outro fator que sempre traz inseguranças e tensões sobre as mudanças é a falta de informações sobre o andamento delas. Por isso, busque sempre novidades sobre os acontecimentos e, na medida do possível, tente envolver-se na resolução deles.

Participar ativamente das mudanças e saber todas as informações sobre elas garante que o gestor se torne essencial durante e após o processo de adaptação.

Saia da zona de conforto

Avalie se sua restrição à mudança proposta está relacionada ao seu desejo de manter-se na zona de conforto e mude sua atitude e seu pensamento com relação a isso.

É preciso entender que mudanças fazem parte do curso natural de empresas competitivas e em crescimento. Mesmo que um sistema, uma regra ou um time sejam os ideais para determinada situação no presente, não existem garantias de que eles terão o mesmo sucesso no futuro. Afinal de contas, as variáveis do mercado estão em constante mudança.

Ser um gestor mais aberto às mudanças motiva os colaboradores, transmite confiança e faz com que eles tenham mais tranquilidade para viver a transformação. Mas outras medidas também podem contribuir para esta preparação.

Gerenciamento coletivo das mudanças no trabalho

Ter um gestor que lidere a mudança de forma satisfatória é um grande passo, mas existem algumas medidas institucionais que também precisam ser realizadas para o sucesso do negócio.

Explique o motivo das mudanças no trabalho

Entre essas medidas institucionais está a necessidade de garantir a transparência da situação para os colaboradores. Assim, o gestor deve fazer uma leitura do cenário, mostrar os desafios e as potencialidades que o momento apresenta e, então, explicar para seu time como a empresa se comportará a partir daquela situação.

Além de garantir a confiança dos colaboradores, essa medida ainda permite que eles se envolvam e se engajem melhor com a situação. É possível também que profissionais mais talentosos deem suas contribuições baseadas em suas experiências, fazendo com que o gestor possa ajustar suas ações e garantir melhores resultados.

Melhore a comunicação com seu time

Expor os fatos e fazer com que toda a equipe se conscientize sobre a necessidade da mudança é uma forma de conquistar o apoio interno se valendo da comunicação transparente e objetiva.

Manter o canal aberto para receber contribuições dos profissionais envolvidos também faz parte, mas o uso da comunicação vai além. Será por ela, por exemplo, que o gestor coordenará a adaptação e fará os pequenos ajustes na operação.

Também será por ela que os colaboradores poderão expor suas dificuldades e apontar problemas que precisam ser corrigidos. Por isso, investir em canais, em meios de comunicação e em formas de interação é fundamental para a gestão da mudança.

Entenda as emoções dos colaboradores

Um bom gestor deve demonstrar empatia, conversar com seus colaboradores e ajudá-los a entender suas emoções relacionadas às mudanças. Assim como é importante, para o líder, descobrir quais são seus temores, é essencial que ele saiba as dúvidas que bloqueiam seus profissionais.

Entendendo quais são as dúvidas e os sentimentos de cada colaborador, o gestor pode criar abordagens personalizadas para ajudá-los a lidar com a mudança e fazer com que eles descubram oportunidades de crescimento com o processo.

Aprenda a capacitar sua equipe de suporte

Reúna a equipe regularmente

A união e a sintonia da equipe também têm papéis fundamentais no sucesso da mudança. Com reuniões regulares, distribuição de tarefas e acompanhamento dos primeiros movimentos após a implementação, dentre outras questões, os membros estarão assegurados.

Crie uma organização para o processo

Um dos fatores que geram mais instabilidade e medo nos colaboradores é não saber como atuar. Afinal de contas, todo o conhecimento e a rotina deles podem ser alterados. Assim, crie uma organização que possa ser rapidamente assimilada, dando tranquilidade e autonomia para o time.

Uma boa forma de fazer essa gestão é utilizando um sistema e seu workflow com observações sobre as novas diretrizes. É preciso deixar claro para o time que parte do aprendizado acontece durante as primeiras execuções, e que eventuais dúvidas podem acontecer, reforçando que elas serão sanadas durante o processo.

A capacidade de adaptar-se às mudanças no trabalho, atualmente, é uma das características mais procuradas em líderes e em profissionais talentosos. A velocidade dos acontecimentos no mundo globalizado exige adaptações constantes, e as tecnologias disruptivas ensinam essa lição. Assim, o gestor deve posicionar-se e também garantir que seu time esteja pronto para lidar com essas situações.

Ou seja, para passar bem pelo processo de mudanças no trabalho, os gestores e demais profissionais devem ser resilientes, estar preparados para contribuir para essa evolução, encontrar novas oportunidades e seguir as novidades nas recomendações e nos processos — que, aliás, vão dar mais segurança aos envolvidos no novo cenário.

Quer saber como organizar seus processos e tomadas de ação? Veja neste post como fazer a gestão de mudanças do seu negócio.

É hora de automatizar o seu atendimento e lidar com as mudanças no trabalho!

Deixe seu comentário