Como gerenciar uma equipe remota? Confira 7 dicas sobre o tema!

Para gerenciar uma equipe remota, você deve fazer reuniões online de alinhamento, evitar times grandes demais, investir na comunicação interpessoal, estabelecer metas e recompensas coletivas, promover encontros presenciais, fazer 1:1's e usar a tecnologia a seu favor.

gestão de equipe remota

O gerenciamento de equipes é um grande desafio e depende de uma série de fatores, como dinâmicas de integração e reuniões de alinhamento. Tudo isso vale a pena, afinal, equipes de alta performance multiplicam os resultados do empreendimento. No entanto, tudo fica mais difícil quando é preciso fazer a gestão de equipe remota.

A razão é que os encontros presenciais praticamente não existem ou ocorrem com pouquíssima frequência, fazendo com que alguns problemas (como a ausência de um espírito de equipe ou desalinhamento) tornem-se mais frequentes e perigosos no trabalho remoto.

No artigo de hoje, oferecemos 7 dicas de como fazer a gestão de equipe remota e garantir que seus resultados sejam expressivos. Portanto, continue com a leitura!

    Cadastre-se em nossa newsletter e receba gratuitamente os melhores conteúdos sobre atendimento!
    Chat em tempo real

    Como fazer a gestão de equipe remota: 7 dicas para melhorar os resultados!

    A seguir, sete dicas de como fazer a gestão de equipe remota:

    1. Faça reuniões online de alinhamento;
    2. Garanta que duas pizzas sejam suficientes;
    3. Invista bastante na comunicação interpessoal;
    4. Estabeleça metas e recompensas coletivas;
    5. Promova pequenos encontros presenciais;
    6. Faça reuniões one-on-one online;
    7. Veja a tecnologia como uma grande aliada.

    1. Faça reuniões online de alinhamento

    Primeiramente, a equipe remota deve se reconhecer como um time. Se seus talentos se enxergam como jogadores individuais, que não devem nada uns aos outros, o trabalho pode ser prejudicado e você certamente terá falhado em promover o espírito de equipe.

    Uma tática simples é estabelecer reuniões online de alinhamento, nas quais todos os membros do time devem participar, compartilhar seus resultados e principais dificuldades. 

    Isso fará com que todos se sintam conectados, apesar de trabalharem remotamente.

    Tome alguns cuidados para que a reunião online não seja chata:

    • Evite fazê-la durar muito tempo; 
    • Deixe que os profissionais falem também;
    • Tire alguns minutos para elogiar os bons resultados da equipe remota. 

    Pode ser suficiente se reunir uma vez por semana.

    2. Garanta que duas pizzas sejam suficientes

    O tamanho da equipe é um ponto crítico, sobretudo no trabalho remoto. Imagine, por exemplo, que em suas reuniões online estejam logados 60 colaboradores. É bastante gente. 

    Nem todos conseguirão falar, boa parte certamente não se sentirá parte de um time. Portanto, evite equipes grandes demais

    Vale aplicar a regra das duas pizzas: se duas pizzas não forem suficientes para alimentar sua equipe, é porque ela está grande demais. Isso quer dizer que entre 8 e 12 profissionais é o número ideal, não muito aquém ou além disso.

    Na medida em que o grupo de trabalho cresce, o esforço da gestão à distância para fazer todos se sentirem parte de uma equipe é superior. Por outro lado, se o grupo é pequeno, fica mais fácil adotar reuniões e dinâmicas interpessoais, além de estimular conexões entre os talentos.

    3. Invista bastante na comunicação interpessoal

    A comunicação interna e externa é um elemento crucial nas equipes remotas. 

    Se o diálogo não flui de forma eficiente, o número de erros, problemas e até conflitos interpessoais será maior. Portanto, dentro da gestão de equipe remota, é preciso investir na melhoria da comunicação interna empresarial.

    Para tanto, primeiro, você precisa conhecer os elementos básicos da comunicação:

    • O emissor da mensagem;
    • O receptor da mensagem; 
    • A mensagem;
    • O canal de transmissão que é utilizado. 

    Depois, adotar ferramentas que potencializam cada um desses elementos.

    Felizmente, existem muitas ferramentas que podem otimizar a comunicação interna, mesmo dentro de uma infraestrutura para home office, como aplicativos mobile ou redes sociais corporativas. 

    Também é possível contar com softwares especializados na comunicação, garantindo um fluxo de diálogo mais eficiente.

    4. Estabeleça metas e recompensas coletivas

    Uma das dicas mais importantes para a liderança remota é criar metas que dependem do trabalho conjunto, não apenas do esforço individual. 

    Isso fará com que todos os profissionais sintam-se no mesmo barco. Do mesmo modo, é interessante oferecer recompensas à equipe de trabalho, para gerar engajamento profissional.

    A definição da meta deve seguir o padrão SMART, ou seja, suas metas devem ser:

    • Específicas, 
    • Mensuráveis, 
    • Alcançáveis, 
    • Relevantes,
    • Com prazo bem definido. 

    Já as recompensas podem ser financeiras ou não-financeiras, como bonificações e premiações (a todo o time).

    É importante ressaltar que isso não significa que o empenho individual não deva ser estimulado e reconhecido. 

    Na gestão de equipe remota é possível alinhar metas individuais e coletivas, assim como recompensas ao time e a cada talento. Desse modo, seus resultados serão superiores.

    Bônus: como motivar o seu time e alcançar um desempenho de alta performance

    “Nenhum sistema é mais complicado do que trabalhar com gestão de equipes!”

    Atuar na coordenação de times de suporte é isso aí mesmo. O software que você usa pode até parecer indecifrável, mas nem se compara ao desafio de manter a motivação dos seus colaboradores em alta, todos os dias.

    Com certeza as premiações em dinheiro e presentes são boas. Mas a ideia do e-book que você vai ver é diferente. Vamos percorrer um caminho pelos principais gatilhos da motivação dentro de um time de suporte. Todos eles dependem de um único investimento: uma gestão atenta e dedicada.

    Neste e-book gratuito, você confere:

    • Sugestões para conhecer ainda melhor seu time;
    • Dicas para o comportamento em reuniões coletivas e individuais; 
    • Iniciativas para desenvolver a sua equipe;
    • As melhores métricas e indicadores para ficar de olho;
    • E muito mais! 

    Pronto para ser uma referência ainda maior para sua equipe, setor e empresa?

    Preencha o formulário abaixo e aguarde o material no seu e-mail.

      Descobrimos a fórmula da felicidade, capaz de motivar o seu time de suporte. Ficou curioso? É só baixar o nosso e-book!
      Motivar seu time do suporte

      5. Promova pequenos encontros presenciais

      A tecnologia facilita o trabalho e a gestão remota e permite que os profissionais criem boas conexões, mas ela ainda está longe de substituir o calor de um encontro presencial. 

      Portanto, uma vez ou outra, promova pequenos encontros presenciais para o seu time de trabalho, para quebrar a rotina de home office.

      Esse encontro não precisa ser formal, como uma reunião de trabalho. Pode ser um happy hour ou uma tarde de lazer (para praticar esportes ou dinâmicas em grupo, por exemplo).

      A periodicidade desses encontros vai depender de muitas coisas, como o distanciamento geográfico da sua equipe. 

      Se todos os talentos estiverem em uma mesma cidade, ótimo, dá para se reunir uma vez por mês. Se eles estão em diferentes estados (ou até países), assim, talvez só seja possível fazer isso uma vez por ano ou semestralmente. Cada caso é um caso.

      6. Faça reuniões one-on-one online

      Outra dica de como gerir equipe a distância é promover reuniões one-on-one, ou simplesmente 1:1, nas quais a liderança remota reúne-se individualmente com cada colaborador. 

      Isso é importante para tratar de desafios da gestão de equipe remota, que não podem ser tratados em grupo — mas que afetam o desempenho coletivo.

      Imagine, por exemplo, que um colaborador esteja puxando o resultado médio do time para baixo, dada sua falta de motivação para entregar resultados superiores. 

      É interessante se reunir com esse profissional, ouvir suas queixas, limitações e encontrar boas soluções.

      Ainda que não exista alguém puxando a média para baixo, é interessante adotar reuniões do tipo one-on-one online. É um ótimo momento para:

      • Ouvir os talentos; 
      • Oferecer feedbacks;
      • Superar limitações. 

      E mais, faz com que todos se sintam mais importantes no trabalho remoto.

      7. Veja a tecnologia como uma grande aliada

      Por fim, lembre-se de que a tecnologia é uma importante aliada no processo de como gerenciar equipe remota. Ela facilita reuniões online, bem como a execução das tarefas e o monitoramento do progresso do trabalho, entre outras coisas. 

      Se faltam boas tecnologias, a gestão de equipe remota certamente é prejudicada.

      Portanto, é importante que o líder dedique-se à identificação e adoção de tecnologias e ferramentas para home office que facilitem a rotina de trabalho remoto, por exemplo: 

      Assim, toda a gestão remota será mais beneficiada.

      Veja, agora você está por dentro do assunto e sabe como gerenciar equipe à distância.

      Tenha em mente que a correta gestão promove uma série de benefícios para a empresa, o setor de RH e os próprios talentos, como:

      Portanto, é crucial investir em ferramentas e tecnologia para a gestão de equipe remota.

      Movidesk - E-book - Produtividade em equipes de atendimento e engajamento profissional

      Gostou do nosso artigo, não é mesmo? Quer saber como podemos ajudar a melhorar a gestão da sua equipe remota? Aproveite para entrar em contato conosco agora mesmo!

      Movidesk: comunicação interna ágil e moderna

      sistema de gerenciamento de chamados da Movidesk facilita e organiza o gerenciamento de projetos e outras demandas internas, reduzindo os custos operacionais e aumentando a produtividade dos colaboradores.

      Veja as principais funcionalidades que irão deixar a comunicação interna da sua empresa pronta para qualquer desafio:

      • Controle avançado de SLA: desenvolva e gerencie múltiplos contratos de SLA e permita que cada colaborador tenha um tempo diferente para prestar a demanda solicitada;
      • Contrato de horas: permita que cada membro da empresa faça a gestão inteligente das operações e controle a quantidade de horas oferecidas para cada demanda;
      • Workflow de execução: permita que as atividades sejam encaminhadas de um colaborador para outro e garanta que cada ação seja realizada de acordo com um conjunto de regras e procedimentos padronizados;
      • Base de conhecimento: forneça uma biblioteca online da sua empresa com informações e respostas relevantes, criando uma experiência de autoatendimento mais rápida e eficaz;
      • Automação com gatilhos: crie alertas, estabeleça inúmeras regras de negócio e envie notificações personalizadas, ativadas por situações específicas e preestabelecidas;
      • Dashboard e relatórios: tenha à sua disposição mais de 75 tipos de indicadores de desempenho calculados automaticamente. Disponibilize painéis com atualizações e visualize todas as informações em qualquer dispositivo.

      Quer se juntar a ESPN, Mercado Livre, Unilever e mais de 2.000 empresas que usam o Movidesk? Então, clique no banner abaixo e teste grátis por 7 dias!

      Teste o Movidesk!