Equipe engajada: benefícios, o que atrapalha e 7 dicas de como conquistar a sua

Ter uma equipe engajada significa contar com profissionais comprometidos com os resultados da organização. Muito mais do que o cumprimento das tarefas do dia a dia, o engajamento de equipe desperta o senso de participação, trabalho em equipe e motivação para fazer a empresa alcançar os objetivos estabelecidos. Confira!

equipe engajada

Uma equipe engajada é mais do que uma equipe satisfeita e motivada, estamos falando de uma equipe comprometida com o resultado que a empresa deseja alcançar, tomando para si o compromisso de contribuir, diariamente, para que esses resultados sejam conquistados. 

Ao desenvolver o engajamento de equipe dentro da organização, você poderá contar com profissionais que, além de executarem suas tarefas com atenção, cuidado e com o máximo de qualidade, também possuem uma visão em busca de melhorias, otimização de processos e excelência na execução e planejamento das ações. 

Por exemplo, quando falamos sobre engajamento de equipe de atendimento, estamos falando de um time que, mais do que atender com educação e paciência seus clientes, ainda:

  • Busca identificar pontos de melhoria na comunicação e nos processos;
  • Compartilha feedback a partir da identificação de padrões de solicitações de suporte;
  • Tem como objetivo contribuir para as metas da empresa (e não apenas as suas individuais).

Em termos gerais, uma equipe engajada é uma equipe que “veste a camisa da empresa”. Você já deve ter ouvido esse termo, em algum lugar. 

Entretanto, diferente da paixão incondicional que desenvolvemos por nossos times de futebol do coração, pelos quais vestimos a camisa sem ganhar nada, quando falamos do ambiente profissional, vestir a camisa vai depender do que a sua empresa faz para estimular que os profissionais demonstrem tal apoio, comprometimento e parceria

    Cadastre-se em nossa newsletter e receba gratuitamente os melhores conteúdos sobre atendimento!
    Chat em tempo real

    Por que a sua equipe não está engajada?

    É muito comum vermos empreendedores “reclamando” da falta de comprometimento dos profissionais com a empresa, com seus resultados e metas. Entretanto, você já parou para pensar no que você faz por esse time? 

    Como em toda relação, se você espera apoio, fidelidade, parceria e compromisso, é necessário que você também ofereça isso. 

    Se a sua empresa apenas cobrar dos funcionários esse tal engajamento, sem oferecer em troca o mesmo apoio, parceria e compromisso, dificilmente você terá uma equipe engajada. 

    E mesmo que você pense “eu ofereço o salário” em troca de engajamento, saiba que o salário é apenas parte das razões que motivam seus funcionários. 

    Em geral, o salário faz com que eles cumpram suas funções com seriedade e profissionalismo. Mas, engajamento de equipe é mais do que o cumprimento de tarefas e obrigações. 

    Segundo pesquisa, apenas 16% dos profissionais que atuam no Brasil se consideram totalmente engajados no seu trabalho

    Segundo alguns especialistas, algumas razões estão atreladas a esse número tão baixo:

    • Pouca valorização do profissional por parte da empresa; 
    • Falta de reconhecimento;
    • Falta de perspectivas dentro da organização;
    • Problemas com a liderança direta do time.

    Mas, o que motiva os colaboradores da sua empresa e pode transformar seu time em uma equipe engajada? 

    Segundo pesquisas, as razões para a insatisfação dos funcionários variam, sendo que:

    • 32% dos funcionários se sentem com falta de reconhecimento por parte de seus patrões;
    • 20% está com impossibilidade de crescimento profissional;
    • 20% reclama do relacionamento com a chefia;
    • 16% está insatisfeito com o salário;
    • 12% destacam o ambiente de trabalho ruim como razão de insatisfação. 

    Perceba que o salário aparece apenas em quarto lugar no ranking de razões para a insatisfação com a empresa. 

    Logo, nem sempre seus colaboradores não se mostram engajados por que querem receber mais. É claro que a valorização financeira deve fazer parte do plano de carreira da empresa, mas não é só isso que vai fazer você ter ao seu lado uma equipe engajada. 

    Atacar os outros aspectos que aparecem na pesquisa, também é uma boa saída para quem deseja desenvolver o engajamento no home office ou no dia a dia da organização. 

    Na sua empresa, qual é o problema que impede você de ter uma equipe engajada? 

    Talvez seja a hora de conversar com cada um de seus colaboradores, aplicar pesquisas de satisfação interna e identificar pontos que precisam de melhoria para alcançar a motivação da equipe e seu comprometimento. 

    Leia também: como aplicar uma pesquisa de clima organizacional na empresa?

    Antes de apresentarmos os passos de como ter uma equipe engajada, indicamos que assista ao vídeo abaixo sobre como motivar sua equipe! Vale a pena conferir nossas dicas. 

    Como ter uma equipe engajada?

    Entre as boas práticas para ter uma equipe engajada estão: 

    1. Tenha um bom líder para comandar o time;
    2. Crie um plano de carreira;
    3. Alinhe expectativas com cada profissional e com a equipe;
    4. Cria uma política de feedbacks;
    5. Promova a integração da equipe; 
    6. Defina metas e recompensas;
    7. Otimize processos de trabalho;
    8. Use a tecnologia como aliada.

    Entenda cada etapa, a seguir. 

    1. Tenha um bom líder para comandar o time

    Quando um profissional tem problemas com a liderança é muito difícil que haja engajamento. Pior ainda quando o problema não é com um profissional, mas com toda a equipe. 

    Existem muitos líderes tóxicos, que podem atrapalhar o desenvolvimento do time por diversas razões, desde a microgestão até problemas na forma de tratar os profissionais.

    Avalie a qualidade do líder de cada equipe, converse com os profissionais do time e tenha certeza de ter lideranças inspiradoras que contribuam para a criação de uma equipe engajada. 

    2. Crie um plano de carreira

    Como vimos acima, a falta de perspectiva pode fazer com que o engajamento da equipe vá por água abaixo. O ser humano precisa de objetivos pessoais. Quando eles existem fazem com que o trabalho tenha um foco, uma razão de ser. 

    Mesmo que não seja possível que todos virem líderes, é possível  criar planos de carreira relacionados a salários e a destaque profissional dentro da organização, por exemplo, avançando os profissionais do nível Júnior, para Pleno e do Pleno para Sênior. 

    Ter objetivos de carreira faz o profissional ter um estímulo a mais para contribuir para a empresa, afinal, ele também tem um objetivo individual a conquistar. 

    Essa também é uma boa estratégia para reter talentos dentro da empresa. 

    3. Alinhe expectativas com cada profissional e com a equipe

    É muito comum que problemas sejam causados por falta de alinhamento entre líderes, gestores e equipe. 

    Defina quais são os objetivos do setor e o que é esperado de cada profissional. Se possível use números e métricas para deixar tudo ainda mais “a panos limpos”. 

    Ao alinhar expectativas você evita problemas, dá foco ao trabalho, motiva os profissionais e melhora a experiência do colaborador

    4. Crie uma política de feedbacks

    Feedbacks ajudam você a transmitir ao colaborador pontos de melhoria, pontos de atenção e compartilhar com eles elogias em relação ao trabalho e as práticas adotadas por ele. 

    Além disso, é uma forma de deixar a comunicação próxima e as informações transparentes. 

    Aprender como oferecer feedbacks aos colaboradores é fundamental para ter uma resposta positiva, e motivar esse profissional, mesmo após críticas e indicações de melhoria. Para isso indicamos que leia o artigo, “Guia completo do feedback positivo para empresas”.

    Aproveite esse momento para solicitar ao colaborador um feedback também sobre:

    • Processos;
    • Metas;
    • Clima organização;
    • Sobre a própria liderança.

    Crie um ambiente seguro, para que ele se sinta realmente estimulado a compartilhar informações que serão importantes para você agir rumo a melhoria do setor e ao desenvolvimento do engajamento de equipe. 

    5. Promova a integração da equipe

    Uma equipe integrada com um bom clima organizacional, sem problemas de convivência, é, sem dúvida, uma equipe mais engajada.

    Os problemas de convivência podem afetar muito os resultados do setor, a trabalhar no engajamento de equipe e resultar em queda de produtividade.

    É importante que a liderança saiba gerir conflitos e resolvê-los da melhor maneira.

    Além disso, é fundamental criar políticas para a manutenção de um clima organizacional saudável.

    6. Defina metas e recompensas 

    Como falamos acima, ao definir objetivos e metas que devem ser alcançadas criamos um foco para o trabalho e ampliamos a chance de termos uma equipe engajada em busca desse objetivo. 

    Criar metas individuais ou coletivas de curto prazo também vai ajudar você a estimular ainda mais seu time. 

    Nessa etapa, indicamos que você cria um plano de ação que envolva:

    • Estabelecer metas;
    • Definir recompensas;
    • Reconhecer um bom trabalho;
    • Comemorar os resultados.

    Com certeza as premiações em dinheiro e presentes são boas. Mas, que tal ir além e inovar nas recompensas?

    Pensando nisso, criamos este manual com os principais gatilhos da motivação dentro de um time de suporte. E o melhor, todos eles dependem de um único investimento: uma gestão atenta e dedicada.

    Neste e-book gratuito, você vai conferir:

    • Sugestões para conhecer ainda melhor seu time;
    • Dicas para o comportamento em reuniões coletivas e individuais; 
    • Iniciativas para desenvolver a sua equipe;
    • As melhores métricas e indicadores para ficar de olho;
    • E muito mais! 

    Preencha o formulário abaixo e aguarde o material no seu e-mail.

      Descobrimos a fórmula da felicidade, capaz de motivar o seu time de suporte. Ficou curioso? É só baixar o nosso e-book!
      Motivar seu time do suporte

      7. Otimize processos de trabalho

      Quando os processos da empresa são lentos, repetitivos e não despertam motivação nos profissionais, fica mais difícil engajar a equipe e despertar nela a motivação necessária para se envolverem com o trabalho.

      Além disso, esses tipos de trabalho geralmente reduzem a produtividade e ampliam a procrastinação. 

      Para que os seus colaboradores tenham tempo para se dedicarem mais e melhor ao trabalho e à empresa é necessário também que suas tarefas sejam otimizadas e os processos descomplicados. Para isso nada como a tecnologia.  

      8. Use a tecnologia como aliada.

      Além de tudo isso que falamos, a tecnologia pode ser usada para melhorar aspectos centrais do objetivo de criar uma equipe engajada, como a facilidade de comunicação entre profissionais, gestores e líderes. 

      O Movidesk, por exemplo, é um software que permite a organização comunicação interna na empresa, de maneira prática e intuitiva. Além disso, é um sistema de atendimento e suporte ao cliente que tem como objetivo oferecer uma melhor experiência para os clientes da organização, contribuindo para a retenção de clientes e tantos outros resultados associados.

      Veja algumas de nossas funcionalidades:

      • Controle avançado de SLA: desenvolva e gerencie múltiplos contratos de SLA e permita que cada colaborador tenha um tempo diferente para prestar a demanda solicitada;
      • Contrato de horas: permita que cada membro da empresa faça a gestão inteligente das operações e controle a quantidade de horas oferecidas para cada demanda;
      • Workflow de execução: permita que as atividades sejam encaminhadas de um colaborador para outro e garanta que cada ação seja realizada de acordo com um conjunto de regras e procedimentos padronizados;
      • Base de conhecimento: forneça uma biblioteca online da sua empresa com informações e respostas relevantes, criando uma experiência de autoatendimento mais rápida e eficaz;
      • Automação com gatilhos: crie alertas, estabeleça inúmeras regras de negócio e envie notificações personalizadas, ativadas por situações específicas e preestabelecidas;
      • Dashboard e relatórios: tenha à sua disposição mais de 75 tipos de indicadores de desempenho calculados automaticamente. Disponibilize painéis com atualizações e visualize todas as informações em qualquer dispositivo.

      Quer se juntar a ESPN, Mercado Livre, Unilever e mais de 2.000 empresas que usam o Movidesk? Então, clique no banner abaixo e teste grátis por 7 dias!

      Teste o Movidesk!