Conheça os 6 principais desafios na gestão de TI nas empresas

Os principais desafios da gestão de TI passam por contratar e manter bons profissionais, aumentar a segurança de dados, fazer mudanças estratégicas nas empresas e muito mais!

Gestão de TI - Movidesk

Nas últimas duas décadas, o mundo dos negócios mudou vigorosamente. Hoje é comum falar em análise de grandes volumes de dados e modelos preditivos de comportamento, o que não era natural antes. Nesse processo, a gestão de TI assume enorme relevância.

Em suma, o objetivo do TI é potencializar os resultados por meio da gestão da informação que pertence ou está sujeita à organização. Isso envolve múltiplas questões, como o acesso, transmissão, armazenamento e segurança dos dados.

No entanto, dado o avanço do setor de TI, novos desafios emergiram e devem ser superados pela gestão de TI. Nos tópicos seguintes, apresentamos os principais.

1. Adquirir profissionais talentosos

Um setor de TI bem estruturado depende, em princípio, de gente competente. É muito difícil obter resultados fora do lugar-comum com uma equipe que deixa a desejar. Todavia, é exatamente aí que começa o desafio do TI: adquirir profissionais talentosos.

Sabe-se que já é difícil contratar mão de obra qualificada. O problema é que a necessidade por profissionais de TI vai crescer nos próximos anos, mas não há perspectivas de que a oferta de profissionais crescerá no mesmo ritmo. Logo, cria-se uma alta demanda no mercado nacional.

Para contornar esse primeiro desafio gerencial, não há muito segredo: é preciso investir na atração e retenção de profissionais talentosos. Apostar em estratégias de endomarketing, oferecer salários competitivos e benefícios flexíveis está entre as boas práticas.

Quando o assunto é atração de talentos para uma operação de suporte, saber as características de um profissional de atendimento ideal pode ajudar muito. Para isso, acesse o formulário abaixo e veja o infográfico!

[Infográfico] Como escolher o profissional de atendimento ideal

Como escolher o profissional de atendimento ideal

2. Criar valor a partir dos dados

Muito se fala sobre o uso de grandes volumes de dados. A Harvard Business Review, a mais importante revista de negócios do mundo, trouxe essa temática na capa para falar da sua importância à competitividade da empresa.

Entretanto, não é tão fácil coletar, analisar e usar grandes volumes de dados — e, mais uma vez, esse desafio recai sobre o setor de TI. Ele é o que conta com programadores e analistas capazes de minerar grandes volumes de dados para extrair informações estratégicas.

Esse segundo desafio pode (e deve) ser superado com a conscientização. É preciso que todos, a partir da alta administração, entendam a importância dos dados e disponham-se a investir no assunto. Desse modo, o setor de TI poderá atuar de forma fluida.

3. Mostrar o verdadeiro propósito da TI

É lógico que o TI não cuida só de coisas triviais. É possível até mesmo dizer que o setor é a “espinha dorsal” da quarta revolução industrial nas empresas. Sem um TI bem estruturado, a organização pode falir.

Entretanto, muitos gestores ainda contam com uma visão puramente técnica do setor, como se ele fosse responsável apenas por fazer pequenas manutenções nos computadores e atualizar sistemas. Isso é nocivo ao TI, afasta os talentos e prejudica a própria empresa.

Nesse caso, a palavra é: educação. O gestor de TI precisa se reunir com a alta administração e revelar como o setor pode contribuir para maximizar os resultados da empresa. E mais, deve conseguir orçamento para dar início a projetos inovadores.

Mostrar o verdadeiro propósito do TI também passa por motivar a sua equipe de atendimento. Para saber as melhores estratégias e processos motivacionais para o suporte, acesse a imagem abaixo e leia o manual da motivação!

Movidesk - E-book - Manual da Motivação para a Gestão de TI

4. Proporcionar mudanças estratégicas na empresa

O setor de TI lida constantemente com a mudança, afinal, seu core business é a tecnologia. Isso é ótimo. O problema é que muitas pessoas não gostam de mudar, elas preferem manter o status quo e continuar fazendo tudo como sempre foi feito.

Tendo isso em vista, é importante que o TI seja eloquente sobre as mudanças que precisam ser feitas na empresa — e esclareça o porquê disso. Caso contrário, terá resistência na adoção de novas tecnologias e métodos de trabalho. Também terá resultados inferiores ao desejado.

As mudanças, especialmente as mais profundas, precisam acontecer de forma estruturada. É preciso, então, conhecer a arte da gestão da mudança. Tudo começa com um diálogo claro com o time, no qual se explica o que será feito, por qual razão e quais os benefícios.

5. Promover a segurança da informação

Boa parte das transações é feita pela internet. Os funcionários, fornecedores e sócios são pagos por meio de mecanismos digitais. Os clientes deixam seus dados financeiros sob a guarda da empresa. E todo o relacionamento com o banco é online.

Nesse contexto, a segurança da informação não é só importante, mas crucial. É necessário que, de ponta a ponta, a transição das informações esteja protegida para não cair em mãos erradas. Se isso não for feito, a empresa pode ter seus dados violados e ter sérios apuros.

Mais uma vez, a gestão de TI é protagonista. No entanto, à medida que seu papel é importante, também é desafiador. Os criminosos estão cada vez mais bem treinados e é preciso estar sempre preparado, munindo-se do que há de melhor — ou seja, o foco é melhoria contínua.

6. Oferecer uma ótima experiência ao cliente

Por vezes, o TI não se sente muito responsável pela experiência do consumidor. Em linhas gerais, ele efetivamente não é (está mais para a equipe de front office). No entanto, é preciso saber que toda falha do TI afeta o atendimento ao cliente, tornando-o pior.

Exatamente por isso é preciso focar em altos padrões de qualidade. O objetivo é fazer com que o maior número de clientes tenha uma ótima experiência (offline ou não) e queira continuar fazendo parte da empresa. Se isso for feito, a missão está cumprida.

Nesse último caso, o desafio é transformar todo o conhecimento em termos de tecnologia e informação em experiência do cliente. Nesse caso, é interessante que o TI abrace softwares capazes de oferecer uma melhor experiência no processo de venda e também pós-venda.

Enfim, agora você está por dentro do assunto. Como pôde ver, são muitos os desafios para gestão de TI. Adquirir talentos, criar valor a partir de dados, promover mudanças e melhorar a experiência do cliente. Em todos esses desafios, o setor de TI precisa contar com boas tecnologias, envolvimento da alta administração e comprometimento dos demais setores.

E então, gostou do nosso artigo e quer aprender mais com a gente? Aproveite para testar o Movidesk, sem custos, acessando o banner abaixo!

Teste Grátis Movidesk - software indicado para a gestão de TI

Deixe seu comentário